Dicas para aumentar a captação de imóveis

Não é a primeira vez que a Nova Época Imóveistraz para você, corretor de imóveis, algumas dicas de como melhorar sua performance. Isso porque o sucesso de uma imobiliária depende diretamente do corretor de imóveis e da sua conduta. E em tempos de alta competitividade no mercado imobiliário, aumentar a captação de imóveis é essencial para o profissional com ambição de se diferenciar da concorrência e alcançar o sucesso no setor.

A captação de imóveis é o primeiro passo para fechar qualquer transação imobiliária, uma vez que, antes de pensar em vender ou alugar bens imobiliários, você precisa tê-los disponíveis na carteira, e para que a negociação seja bem-sucedida ela deve ser feita da forma correta desde o início. Por isso, adotar técnicas e estratégias eficientes de captação de imóveis deve ser uma prioridade para qualquer corretor.

Ser um corretor de imóveis não é tarefa fácil, pois não se trata somente de saber vender e dominar estratégias de marketing imobiliário ou financeiro, é preciso saber captar imóveis também. Essa pode ser considerada uma das etapas mais complexas do processo da venda de um imóvel e é por esse motivo que muitos corretores decidem se especializar somente nessa área.

Para explicar um pouco mais sobre o que de fato significa fazer captação de imóveis, a Nova Época trouxe esse post para esclarecer tudo e dar também algumas dicas de como fazer uma boa captação de imóveis e ter sucesso nesse quesito. Lembre-se: é preciso investir na sua carreira para você se tornar um corretor diferenciado e bem-sucedido!

Afinal, o que significa fazer captação de imóveis?

“Fazer captação de imóveis” é uma gíria mais conhecida e usada por corretores e imobiliárias que quer dizer adicionar imóveis à carteira, ou seja, ter imóveis no portfólio para apresentar para os clientes. A captação de imóveis nada mais é do que a procura por imóveis disponíveis para venda ou locação que serão destinados para demandas específicas ou para aumentar a carteira de ofertas do corretor ou da imobiliária.

Captar imóveis envolve a procura das melhores oportunidades de negócios, por isso, essa atividade é de extrema importância no setor imobiliário e merece atenção especial dos profissionais. O tipo de bem imobiliário que vai entrar na carteira do corretor vai depender da especialidade do profissional, podendo ser qualquer imóvel, desde bens residenciais a bens comerciais, lançamentos, casas, terrenos, apartamentos, imóveis já existentes, as opções são inúmeras.

O trabalho de captação de imóveis começa na venda da sua própria imagem como um bom corretor, pois somente procurar os proprietários de imóveis para dizer que você quer ajuda-los na venda ou locação não basta. É preciso convencê-los de que eles deixarão seus bens em boas mãos e receberão todo suporte necessário durante o processo. Por isso, o ideal é que o corretor invista em alternativas de captação de imóveis adequadas ao seu perfil de vendas e que ele use uma abordagem personalizada para cada cliente.

O que qualifica a “boa captação de imóveis”?

Mais importante do que a captação de imóveis em si é fazer uma boa captação e, nesse caso,
é melhor ter menos imóveis em uma carteira apropriadamente selecionada do que ter um portfólio gigante com opções meia boca. Ou seja, uma boa captação envolve procurar as melhores oportunidades de negócio ao invés de todas as oportunidades de negócio. É sobre qualidade e não quantidade.

No final, a boa captação de imóveis, na prática, vai depender também do jeito que o profissional trabalha, das suas habilidades, dos seus conhecimentos e do que o motiva. Isso porque existem diversas opções de especialização nesse setor, porém, independente da que o profissional escolher, as habilidades do corretor nesse sentido são ativos para encontrar o melhor negócio: aquele que o corretor consegue fechar.

Dicas para ter sucesso na captação de imóveis

Para te ajudar a melhorar seu processo de captação de imóveis e manter sua carteira sempre cheia das melhores oportunidades e atualizada, separamos algumas dicas matadoras:

1. Invista no seu marketing pessoal

Como dito acima, o trabalho da captação de imóveis começa na venda da sua própria imagem como um bom corretor, ou seja, o primeiro passo aqui é saber como vender sua imagem para o proprietário do imóvel. Por isso, o seu marketing pessoal é a primeira dica da lista.

É essencial que você tenha muito cuidado com a sua apresentação, esteja sempre bem-vestido e fale corretamente, procurando evitar o excesso de gírias e de palavrões. Também é importante saber conversar sobre assuntos relacionados ao mercado imobiliário, como decoração e planejamento financeiro, por exemplo.

Outra dica importante é que você tenha um cartão de visitas pessoal de boa qualidade e mantenha suas redes sociais sempre atualizadas, principalmente com conteúdos sobre o mercado imobiliário. Procure evitar expor sua vida pessoal excessivamente nessas redes, afinal, o ideal seria dividir a vida profissional da vida pessoal.

2. Networking é essencial

O networking é fundamental para aumentar a captação de imóveis, por isso, investir no estabelecimento de boas conexões com outros profissionais que também atuam nesse mercado, como arquitetos, decoradores e construtores é muito importante. Isso porque através desses profissionais você pode ser indicado para novos clientes, o que gera credibilidade, pois um bom profissional indica outro bom profissional e o cliente saberá disso.

Conhecer sua região de atuação é outro ponto importante, principalmente para você conseguir mais networking, pois o caminho para chegar nos proprietários de imóveis pode ser através do zelador ou do síndico de um condomínio. Ser amistoso e deixar seu contato, através de um cartão de visitas, nos prédios que te interessam também é uma grande ajuda para aumentar suas conexões.

3. Invista nas redes sociais

Atualmente, quem não está nas redes sociais está perdendo espaço para a concorrência. Isso porque, no mundo digital que vivemos, tudo gira em torno do “estar online”. Por isso, se você quer aumentar sua captação de imóveis, ter perfis profissionais nesse tipo de mídia é fundamental.

Além do mais, o networking também se estende ao ambiente digital, através das redes sociais e meios de comunicação instantâneos, como o WhatsApp e o Telegram. É essencial que o corretor invista na sua presença digital, assegurando maior exposição ao público com pouco custo e esforço. Invista no Facebook e no Instagram, redes que mais estão em alta no país, e não deixe de interagir com o público e responder perguntas de outros usuários.

4. Atente-se às novidades do mercado

Estar por dentro das novidades e conhecer as tendências do mercado imobiliário é mais uma atitude essencial que o corretor deve ter se ele quer aumentar sua captação de imóveis. Dessa forma, além de você se antecipar à concorrência, também conquista a confiança dos proprietários das unidades que poderão despertar interesse dos seus clientes dentro de um tempo.

Por conta disso, é fundamental acompanhar ao máximo as notícias do setor através de jornais, revistas e periódicos, além da internet, que também pode ser de grande valia para a captação de imóveis. Isso porque a web disponibiliza um grande número de sites sobre o ramo, além de fóruns especializados de discussão para profissionais de corretagem.

5. Entenda as necessidades dos seus clientes

É muito importante que o corretor veja os proprietários como clientes tanto quanto os compradores de imóveis, pois, em ambos os casos, é necessário entender as necessidades e expectativas de cada um. Isso porque quem está vendendo ou alugando o imóvel e quem está comprando têm necessidades diferentes.

Quando o foco é a captação de imóveis, é essencial entender exatamente o que o proprietário espera de você e, acima de tudo, demonstrar-lhe que você é capaz de atender a todas as suas expectativas. Uma dica é que você mencione outros clientes para quem você já tenha prestado os mesmos tipos de serviços com sucesso.

6. Invista na pós-captação de imóveis

A pós-captação é tão importante quanto a procura por uma boa propriedade, pois, para evitar problemas no futuro, o corretor deve documentar todo o processo de captação. Montar um relatório com as informações do proprietário, os principais pontos da negociação e a finalidade do imóvel, venda ou locação, é uma boa dica.

É dever do proprietário deixar claro se existem outros corretores ou imobiliárias transacionando a mesma propriedade. Por isso, durante a negociação com o proprietário do imóvel, é necessário que o corretor pergunte se ele terá exclusividade na venda ou locação do lugar. Esses detalhes podem evitar maiores problemas.

7. Mapeie regiões estratégicas para captação de imóveis

Mapear regiões estratégicas é outro passo inteligente dos profissionais que querem se diferenciar na captação de imóveis. Isso possibilita com que você chegue antes dos outros corretores, encontre grande oportunidades e tenha uma excelente carteira com imóveis disponíveis quando os clientes procurarem por eles.

É importante, ainda, que o corretor tenha a mente aberta e procure não ter opiniões pré-concebidas ou preconceitos. Você pode se deparar com bairros nobres em decadência e com outras áreas que não eram muito valorizadas, mas poderão se desenvolver rapidamente. A dica é mirar em regiões que estejam recebendo empreendimentos imobiliários, estações de metrô e trens ou construção de shoppings.

Seguindo essas dicas que a Nova Época Imóveis te deu, você vai atrair muito mais público, além de ganhar a confiança do cliente e criar uma carteira de ofertas mais completa.