Sistema de amortização misto: entenda o que é e quais as suas vantagens

Se você está em busca de um empréstimo ou financiamento de imóveis, é essencial que conheça todas as etapas que envolvem esse processo. O Sistema de Amortização Misto é um deles. Esse sistema é uma “mistura” dos sistemas de pagamento de parcelas mais populares para operações de crédito.

Além do SAM, as instituições financeiras oferecem também o Sistema de Amortização Constante e o Sistema Price, cada um deles desenvolvidos para o pagamento das dívidas. O Sistema de Amortização Misto funciona mais como uma junção entre os Sistemas Price e do SAC. Na amortização constante, as parcelas das dívidas têm valor de amortização constantes durante o financiamento. Já no Price, as parcelas têm valor inicial menor que o SAC e são constantes. 

Como podemos observar pelas suas funções, cada sistema de amortização possui um método diferente e pode servir para objetivos diferentes. Dependendo da sua condição financeira, a melhor escolha pode ser um financiamento mix de imóvel. Quer saber melhor sobre o SAM para entender suas vantagens e avaliar qual o financiamento ideal para você? A Nova Época Imóveis  fez esse post pensando em você!

Aqui vamos falar um pouco mais sobre o Sistema de Amortização Misto e suas vantagens, para você entender melhor do assunto e avaliar qual o melhor financiamento para o seu bolso. E não se esqueça: para mais dicas sobre o mercado imobiliário não deixe de conferir nosso blog e, em caso de dúvidas, nossos associados estão sempre à disposição para te ajudar!

Como funciona o Sistema de Amortização Misto?

A amortização é o processo de quitação de uma dívida, sendo um termo comumente usado em financiamentos em geral de bens de consumo e em empréstimos. Nesse caso, a amortização é uma parte da parcela que costuma corresponder ao maior valor e é relativo à devolução do valor emprestado ou financiado.

Como dissemos acima, o Sistema de Amortização Misto ou SAM é a modalidade de amortização de parcelas que fica no meio do caminho entre dois sistemas muito conhecidos e de uso comum: o Sistema de Amortização Constante (ou SAC) e o Sistema de Amortização Francês (ou SAF), também conhecido como Tabela Price.

Logo, no Sistema de Amortização Misto, quem pega o empréstimo deverá pagar uma parcela que é o resultado da média aritmética do valor da prestação no SAC e no Sistema Price. Dessa forma, para calculá-lo, você deve fazer a soma de quanto sairiam as parcelas pelo SAC e pelo SAF e, então, dividir o resultado por dois.

Assim sendo, podemos dizer que, ao mesmo tempo que as parcelas variam, como no SAC, a variação no SAM é menos intensa, por conta das parcelas sempre fixas da Tabela Price, que equilibra o cálculo. Essa média aritmética deve ser calculada até o saldo devedor ser zerado, ou seja, até a dívida do banco ser considerada quitada.

Qual a diferença entre o SAM, o SAC e o Price?

Para entender o Sistema de Amortização Mix ou Misto, é preciso identificar a diferença entre o SAC e a Tabela Price.

Como já dito cima, no Sistema de Amortização Constante, as parcelas são sempre decrescentes. Isso porque uma amortização fixa, ou SAC, é retirada do saldo devedor para compor a parcela. Soma-se, a essa amortização, o produto da taxa de juros mensal sobre o valor do saldo devedor, valor originalmente gerado pelo banco que ainda não foi pago. São acrescentadas, também, taxas administrativas e seguros obrigatórios.

Já no Sistema Price, o valor da amortização não é sempre o mesmo. Porém, o valor das parcelas, dado no início do financiamento, é constante. Nesse sentido, a prestação é composta do produto dos juros sobre o saldo devedor e o restante é completado por amortização. Com isso, conforme o saldo devedor diminui, o valor da amortização aumenta na parcela.

Em um financiamento imobiliário, uma operação longa, por exemplo, o SAC pode ser uma opção mais vantajosa de financiamento do que o Price, pois, somado a essas parcelas decrescentes, o valor final a ser pago ao banco acaba sendo menor. Já a Tabela Price mantém o saldo devedor maior por mais tempo, o que faz com que o valor pago em juros seja maior também.

Quais as vantagens do SAM?

A principal vantagem do Sistema de Amortização Misto é a possibilidade que você tem de pagar um valor menor de juros, se comparado à Tabela Price, além de evitar parcelas mais altas nos primeiros meses de financiamento, como é no SAC. O SAM apresenta, ainda, um custo-benefício melhor a longo prazo, já que tem as principais características dos outros sistemas que os bancos usam nos financiamentos e nos empréstimos.

Nesse sentido, caso você não tenha condições de assumir parcelas mais altas logo no início do financiamento, como no Sistema de Amortização Constante, o Sistema Mix é o que melhor se encaixa na sua situação.

Em quais situações o SAM é mais utilizado?

O Sistema de Amortização Misto é mais usado para financiamento habitacional, principalmente pelo Sistema Financeiro de Habitação. Visto que, em muitos casos, a parcela calculada pelo SAC pode exceder o limite de 30% da renda, o SAM é usado com mais frequência nessa modalidade de financiamento.

Entendeu o que é o SAM? Ficou com alguma dúvida? Então entre em contato conosco, nossos corretores estão à disposição para te ajudar com o que precisar! E se você está procurando um novo lar, vá conferir as ofertas da Nova Época no nosso site, são mais de 14 mil imóveis nos melhores bairros do Rio!

Escrito por Mariana Carvalho