Seguro de financiamento imobiliário: entenda tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Para milhares de brasileiros, o financiamento imobiliário, também conhecido como financiamento habitacional, é o caminho mais prático para realizar o sonho de comprar a casa própria. Porém, sabemos que o processo de financiar uma casa pode envolver bastante burocracia e, em meio a tantos detalhes, muitas dúvidas costumam aparecer, inclusive sobre a obrigatoriedade do seguro de financiamento.


Nesse sentido, antes de tomar qualquer decisão e contratar um financiamento, é essencial que você avalie todas as condições de pagamento e as condições das parcelas, afinal, esse é um grande investimento e entender esses pontos importantes é crucial para que você tenha segurança e consiga organizar seu orçamento. E mesmo sendo obrigatória, a boa notícia é que essa proteção é muito vantajosa, além de relativamente fácil de entender.


Na hora de obter crédito para realizar o sonho de adquirir um imóvel próprio, muitas condições devem ser avaliadas e levadas em consideração. Isso inclui detalhes que vão desde as taxas praticadas até o valor que pode ser financiado do bem, duração de contrato e assim por diante. Além disso, o seguro de financiamento habitacional também é um dos fatores que influenciam o seu pagamento. 


Para te ajudar a entender um pouco melhor sobre o assunto e saber tudo que você precisa na hora de fazer um financiamento, a Nova Época Imóveis elaborou esse post para explicar o que, de fato, é o seguro de financiamento, como ele funciona e quais as suas vantagens. Em caso de dúvidas ao final da leitura ou caso você queira saber mais, não deixe de entrar em contato com um dos nossos corretores, que estão sempre à disposição para ajudar!


O que é o seguro de financiamento imobiliário?


Os seguros no financiamento imobiliário, oferecidos pelos bancos e pelas seguradoras, têm como objetivo proteger tanto o patrimônio do consumidor, ou seja, seus bens, quanto os próprios credores de eventuais contratempos e imprevistos no pagamento do bem financiado no futuro. Para resumir, o seguro tem o intuito de preparar seu titular financeiramente para sinistros envolvendo seu carro e terceiros, dependendo das coberturas que você escolher. 


Em outras palavras, o seguro de financiamento habitacional representa uma porcentagem embutida nas parcelas do imóvel e que é atribuída ao seguro. Logo, em caso de alguma situação, o cliente pode contar com a cobertura deste plano, de acordo com as condições estabelecidas no ato do contrato. 


Como sabemos, o financiamento imobiliário é um crédito de longo prazo e os consumidores podem levar mais de 30 anos para finalizar o pagamento e encerrar o contrato. Diante de períodos tão longos, é fundamental ter meios para garantir que o empréstimo seja quitado, mesmo se algum imprevisto acontecer com o consumidor ou até mesmo com o bem financiado. 


O seguro de financiamento imobiliário é obrigatório?


Para entender melhor para que serve o seguro de financiamento habitacional, é essencial que primeiro você tenha em mente que ele é obrigatório. Ele se trata de uma exigência específica desse tipo de empréstimo, estipulada pela Lei 4.380/64. A obrigatoriedade deste seguro existe justamente para resguardar todas as partes envolvidas. 


Dessa forma, caso algum imprevisto venha a acontecer, a seguradora pagará a dívida total ou parcial ao banco. Já o comprador e sua família podem garantir um fôlego extra para se reorganizar e honrar com seu compromisso financeiro, quitando todas as dívidas.


Modalidades de seguro de financiamento imobiliário 


Seguro de Morte e Invalidez Permanente – MIP


Existem duas modalidades de seguro de financiamento imobiliário, sendo o primeiro tipo falado aqui o Seguro de Morte e Invalidez, que oferece cobertura total do saldo devedor em caso algum imprevisto que possa resultar em falecimento ou invalidez. Nesse caso, a indenização é válida apenas se houver uma única pessoa responsável pelo pagamento. 


Caso a parcela seja paga por mais familiares, o MIP indenizará com valores proporcionais à renda de cada familiar. Além disso, esse seguro cobre acidentes e descobertas de doenças após a assinatura do contrato, por isso, é fundamental ter atenção na hora de decidir qualquer coisa.


Seguro de Danos Físicos ao Imóvel – DFI


Já o Seguro de Danos Físicos ao imóvel, como o próprio nome insinua, é um seguro mais direcionado a problemas estruturais e acidentes. O objetivo dessa modalidade de seguro é garantir o reparo de danos causados ao imóvel durante o período de vigência do financiamento. Algumas situações cobertas por esse tipo de seguro de financiamento são:

 

  • Eventos naturais;
  • Alagamentos;
  • Incêndios;
  • Explosões;
  • Desmoronamentos e outros.


Ou seja, o DFI é o tipo de seguro que cobre diversas situações causadas por fatores externos que provoquem danos ao imóvel. Logo, não existe cobertura para danos gerados por falta de manutenção, má conservação, desgastes e problemas antes do financiamento, no caso de imóveis antigos.


Vantagens do seguro de financiamento imobiliário


Mais do que apenas uma obrigação legal, o seguro de financiamento é um tipo de proteção que faz toda a diferença para minimizar possíveis transtornos e até superar casos de emergência. Por conta disso, podemos observar que esse seguro é extremamente importante, além de oferecer benefícios tanto para o cliente quanto para a instituição. É uma oportunidade de ter apoio em casos extremos e garantir sua tranquilidade, evitando a ocorrência de débitos.


Diante desse cenário, o seguro financiamento imobiliário tem algumas vantagens:

 

  • Cobertura em caso de falecimento;
  • Auxílio em danos causados por eventos naturais;
  • Proteção em caso de invalidez;
  • Evita débitos com o credor em casos de adversidades.


Por conta disso, o seguro de financiamento habitacional se tornou obrigatório justamente por oferecer diversos benefícios para os clientes e credores. Dessa forma, é possível garantir que os pagamentos sejam feitos mesmo em situações delicadas, o que ajuda a evitar inadimplência, além de sérios problemas financeiros para o cliente. 


Como o seguro de financiamento imobiliário é calculado?


Como os seguros são diferentes, cada tipo é calculado com base nas características do cliente e no valor do imóvel a ser financiado. Consequentemente, os valores incluídos das parcelas mensais dependem diretamente desses fatores, todavia, não costumam ultrapassar 3% do valor total da parcela. 


Assim sendo, além do valor de amortização do imóvel a taxas, a fração base da seguradora é adicionada nas parcelas de acordo com o tipo de seguro. Por isso é fundamental avaliar o valor do imóvel, além de outros dados, para chegar ao número preciso pago pelo seguro. Dessa forma, cada seguradora pode oferecer serviços diferentes, por isso, procure ficar sempre atento à apólice antes de assinar o contrato. Tenha muita cautela e atenção nessa parte do processo.


Como podemos perceber, o seguro de financiamento imobiliário é um recurso obrigatório e que proporciona vantagens importantes e diferentes. Com esse apoio no caso de imprevistos, você pode ter mais tranquilidade e evitar prejuízos futuros consideráveis. Ficou alguma dúvida sobre o assunto? Entre em contato com um dos nossos corretores! 
 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho