Saiba o que fazer para ser um bom vizinho

Independente se você mora em um apartamento ou em uma casa, num grande condomínio ou em um prédio menor, se você conhece ou não quem mora perto de você, uma coisa que você não pode esquecer é de ser um bom vizinho. Há quem tenha os vizinhos como grandes amigos, com quem podem contar a qualquer hora, porém algumas pessoas sequer sabem quem mora ao lado ou pior, estão sempre em conflito com seus vizinhos, vivendo em clima de hostilidade.

A boa convivência com os vizinhos é fundamental para ter uma boa experiência no lugar onde você vive, já que essas pessoas muitas vezes participam mais da sua rotina do que amigos e até mesmo familiares. Por isso, é importante que você saiba o básico de como ser um bom vizinho.

Para garantir que essa relação seja no mínimo cordial, principalmente diante de problemas de convivência que podem aparecer, a Nova Época trouxe esse post enumerado algumas dicas do que fazer para garantir que seu convívio com os vizinhos seja pacífico. Não se esqueça de conferir nosso site e, caso esteja procurando um lugar, entre em contato conosco, nós estamos sempre disponíveis para ajudar!

1. Não crie falsas expectativas

A primeira e mais importante dica é: não crie expectativas irrealistas. Ou seja, não é só porque alguém mora ao lado que ele está disposto a ser gentil ou generoso a todo o momento. Lembre-se: pense cuidadosamente antes de presumir a generosidade de alguém para não criar situações desagradáveis.

Atitudes como essas não devem nem pode ser presumidas, pois pode gerar frustração. Claro que isso não significa que seus vizinhos serão rudes, mas vá com calma e respeite o espaço deles. Seja cordial e educado sempre, mas não pense que se tornarão grandes amigos assim que chegar. Isso também vai depender do que seus vizinhos querem.

2. Seja simpático e gentil

O passo anterior nos traz a esse: não se esqueça de sempre ser simpático e gentil. Lembre-se: nada fala melhor do que um sorriso sincero. Não se esqueça, também, de ser sempre cortês o suficiente para, antes de qualquer coisa, construir uma base de amizade de forma cuidadosa.

Caso um novo morador apareça na vizinhança, receba-o com simpatia, se apresente, mostre onde você mora e deixe-o saber que, se precisarem de algo, podem te procurar. Se você perceber que eles precisam de ajuda com a mudança, ofereça-se para isso. Mas lembre-se de sempre dar o espaço que ele precisa e não insista caso ele negue algo.

3. Tenha cuidado com o barulho

Os problemas com barulhos e sons costumam estar no topo da lista dos que mais causam conflitos entre vizinhos. Normalmente, em condomínios e vilas, existe a Lei do Silêncio, que só permite barulhos mais altos até às dez horas da noite. Porém, até em locais mais apropriados para ouvir música em volume mais alto deve ser estabelecido um limite de horário.

Com isso, todos os moradores do prédio conseguem entender as normas para a realização de eventos na área de lazer comum. Também é importante que prevaleça o bom senso dos moradores de se manter barulhos e conversas em um volume que não incomode quem mora nas redondezas.

Lembre-se: em casos de obra, não deixe de avisar seus vizinhos e se informar com o síndico do prédio sobre as limitações de horários. Assim também se evita muita confusão.

4. Respeite as áreas compartilhadas

O estacionamento é um bom exemplo de área compartilhada, pois é onde mais acontecem desentendimentos. Evite estacionar de modo que bloqueie a entrada ou saída de outros veículos, não acelere seu veículo de forma barulhenta durante a manhã ou tarde da noite e estacione seu veículo somente na sua vaga ou em frente à sua casa, para não haver situações desagradáveis.

Como geralmente os condomínios estabelecem regras sobre a quantidade de vagas por morador e da existência ou não de garagens e vagas para visitantes, isso costuma evitar muitos conflitos.

5. Cuide do seu lixo e da sua casa

Para quem mora em casa, é importante manter sua fachada limpa e seu jardim arrumado para deixar a vizinhança mais arrumada. O descarte do lixo é um dos pontos mais importantes entre as principais normas de boa convivência entre vizinhos que deve ser levado em consideração.

Caso você more em uma casa, você deve colocar o lixo para fora no dia certo da coleta e em um lugar que fique protegido de cães e gatos, evitando, assim, que a sujeita se espalhe. Mas se você morar em um condomínio com um lugar próprio para descarte desse lixo, não se esqueça de depositar o lixo no dia e local certos.

6. Cuidado com seus animais

E a última, mas não menos importante regra básica de convivência entre vizinhos tem relação com os animais de estimação. Quem escolhe morar em condomínio precisa saber que normalmente existem regras quanto à circulação de animais nas áreas comuns.

Existem prédios que são até mais rígidos e impedem a entrada ou presença de bichos de estimação, porém, não são todos. Se você seguir as regras básicas de convivência, com a limpeza adequada e o controle do barulho, é sim possível ter animais de estimação sem muitos problemas.

Essas foram algumas das principais regras básicas que você deve adotar para ser um bom vizinho e ter uma convivência pacífica e agradável com quem quer que more ao seu lado. Não se esqueça de que, dependendo de quanto tempo você vai morar em determinado lugar, você vai conviver diariamente com seus vizinhos, por isso, siga nossa lista e faça da sua experiência uma coisa boa para você e sua família!