Dicas do que fazer caso seus vizinhos sejam barulhentos

Esse é um assunto que já foi abordado aqui, quando a Nova Época fez um post sobre o que fazer para ser um bom vizinho, e é um assunto importante, pois é primordial saber o que fazer para evitar situações constrangedoras ou que prejudiquem o convívio diário. Se você vai ter vizinhos, é importante saber algumas regras básicas de convivência.

Todos sabemos que as relações sociais são muito suscetíveis a problema. Porém, quando o assunto são desacordos, nada se compara a vizinhos barulhentos. Essa é uma situação que pode atrapalhar não só a convivência, mas também sua qualidade de vida.

Não estamos aqui para falar sobre como ser um bom vizinho. Esse post é para te ajudar a lidar com aqueles vizinhos barulhentos, que atrapalham seu sossego com música alta e brigas a qualquer hora do dia. Todo mundo já teve um vizinho barulhento em algum momento da vida ou passou por alguma situação desconfortável por conta de barulho.

A vida de quem tem que lidar com esse tipo de situação pode ser bem difícil, mas não é um problema sem solução. Lembre-se que a melhor maneira de resolver esse tipo de problema é buscar sempre alternativas amigáveis à base da conversa. Caso isso não resolva, então, você pode pensar em fazer uma reclamação formal à administração do prédio.

A Nova Época trouxe dicas para você saber o que fazer ao se encontrar em uma situação dessa, com vizinhos tão barulhentos. Não deixe de visitar nosso site e conferir nossas ofertas! E lembre-se, nossos profissionais estão sempre à disposição para tirar dúvidas e te ajudar no que você precisar.

1.Prefira sempre o diálogo

Como já dito antes, investir no diálogo deve ser sua primeira opção para resolver o problema, pois é a melhor e mais simples maneira. Muitas vezes o seu vizinho barulhento nem sabe que está causando desconforto para quem mora ao seu redor, por isso, a melhor forma de aborda-lo é sendo pacífico e tentando dialogar.

É importante que você procure sempre ter boa vontade, principalmente com aqueles barulhos que não são controláveis, como choro de criança ou latido de cachorro. Avalie toda a situação e pense se não vale à pena conversar com seu vizinho e dar um toque nele, ao invés de chegar com agressividade. Lembre-se: é importante que ambas as partes tenham bom senso.

2. Instale isolamento acústico

Nossa segunda dica para você que não quer se aborrecer ou que não tenha uma solução para esse tipo de problema a curto prazo é proteger sua casa para ficar livre dos ruídos externos indesejados. A opção que trazemos aqui é instalar um drywall, que vai servir para melhorar o isolamento acústico do seu imóvel.

Esse tipo de revestimento, que consiste em chapas de gesso com enchimento de lã, pode ser adicionado às paredes e no teto já construídos, evitando obras muito complexas. Esse revestimento é prático porque pode ser instalado onde você quiser, ou seja, de onde o barulho estiver vindo, seja ele no banheiro, na cozinha, no teto ou nas paredes.

3. Entre em contato com o condomínio

Essa dica é para caso você tenha conversado com o vizinho e ele não tenha tomado as devidas providências para diminuir o barulho. Se o diálogo não deu certo, não se estresse! O próximo passo é entrar em contato com a administração do condomínio.

Ao entrar em contato com a administração do condomínio, nesse caso o síndico, para informa-lo do problema, ele vai ser responsável por informar a administradora ou, dependendo dos casos, o advogado do condomínio para que as devidas providências em relação ao barulho causado sejam tomadas.

4. Troque os basculantes e janelas

Caso os barulhos que te incomodem venham de fora do seu condomínio, essa dica é para você. A solução para esse tipo de problema é trocar suas janelas e basculantes por modelos que permitam vedação completa e isolamento acústico.

Porém, essa opção só é válida para quem mora em prédios que permitam que seus moradores alterem sua fachada, já que esse modelo de janela abre para fora e alguns condomínios proíbem isso. Por isso, antes de fazer qualquer coisa, entre em contado com a administração do seu prédio e se informe.

5. Invista em portas antirruídos

Caso seu problema seja os ruídos que vem de fora, mais especificamente da varanda, uma boa dica é instalar uma porta antirruído por dentro. Esse tipo de peça funciona como uma segunda porta instalada de forma sobreposta à porta que já existe. Uma das vantagens dessa opção é que não precisa quebrar nem trocar nada para instalar esse tipo de porta, o que torna tudo prático.

Essas foram algumas das principais dicas para lidar com vizinhos barulhentos de maneira que não prejudique seu convívio nem suas relações. A Nova Época espera ter te ajudado, pois estamos sempre aqui para isso!