Dicas de como se planejar financeiramente para ter um novo ano de sucesso

Controlar seu dinheiro é a melhor coisa que você pode fazer para começar bem seu ano. Além de facilitar na hora de tomar alguma decisão de consumo, você ainda pode se proteger melhor de erros que acontecem quando confiamos apenas em uma contabilidade feita mentalmente. Por isso, para começar o próximo ano com mais tranquilidade e probabilidades de sucesso, é importante se prevenir e ter um planejamento.

É muito bom começar um novo ano com diversos sonhos e objetivos de fazer diferente o que não teve êxito no ano que passou. E sem dúvidas a parte financeira merece muitos cuidados, afinal nunca sabemos o que pode acontecer na economia e quais serão os desafios trazidos pelo próximo ano.

Com a chegada de um novo ano, vem também novas oportunidades para colocar vários aspectos da sua vida de volta aos trilhos. É comum que muitas pessoas tracem metas para cumprir o ano que se inicia, porém é essencial ter um planejamento para que as coisas realmente aconteçam, assim, além de saber aonde você quer chegar é possível ter clareza do caminho adequado para alcançar essas metas.

Com um planejamento bem feito, é possível ter a maioria, ou todas, as respostas contempladas por ele e isso tornará mais fácil e eficaz de resolver imprevistos que possam aparecer. Para te ajudar nesse aspecto, a Nova Época trouxe as principais dicas de como elaborar um bom e eficiente planejamento.

Como fazer um bom planejamento financeiro para o novo ano

Para esse planejamento, não basta fazer promessas de controlar mais o setor financeiro da sua vida ou da sua empresa. É também importante colocar no papel tudo o que pode ter levado aos possíveis desequilíbrios que ocorram durante o ano que passou. Gastos inesperados ou supérfluos, dívidas antigas, novos projetos e uma série de outros aspectos podem influenciar nesse quesito. Aqui vamos apontar algumas medidas a serem tomadas.

1. Aprenda a organizar suas ideias e deixá-las visíveis

A primeira dica nessa lista é que você coloque no papel as áreas que serão prioritárias na sua vida. Outra medida importante é estabelecer uma lista com o passo a passo para atingir seus objetivos. Organização e a palavra-chave, portanto, use e abuse das planilhas, das listas, dos cadernos de anotações ou qualquer outro recurso que ajude a colocar suas informações em dia.

Além disso, é importante que você trace metas realistas para o próximo ano, pois de nada adianta fazer um planejamento com objetivos incompatíveis com sua realidade. Estabelecer metas surreais é um dos maiores erros cometidos por quem faz um planejamento, pois essa atitude pode desanimar a pessoa quando ela perceber que não está próxima de alcançar seu objetivo ou não está evoluindo o suficiente.

Uma dica importante para quem vai fazer esse planejamento e preservar sua motivação é fragmentar seu objetivo principal em metas menores ou minimetas. Essa técnica é muito simples, basta fracionar o valor que você deseja economizar mensalmente e batendo essas metas gradualmente.

2. Compare o contexto atual vivido com os anos anteriores

Outra dica essencial para fazer um planejamento financeiro eficiente para o ano novo é fazer um comparativo com os anos passados. O objetivo não é levar sua análise para períodos muito distantes, mas considerar os anos mais recentes, como 2019 e 2020, e analisar o que mudou em sua vida durante esse tempo.

Em relação ao aspecto financeiro, é preciso reconhecer quaisquer alterações, mesmo as negativas. Observe se seu poder de compra diminuiu devido a uma redução da renda e, caso isso seja positivo, a melhor coisa a se fazer é admitir a nova situação. Isso não significa que a situação seja inalterável, porém, para transformar uma realidade é preciso enxergá-la nos mínimos detalhes.

Com um exercício de autoconhecimento e uma visão mais ampla de si mesmo e da sociedade onde está inserido, é possível visualizar os obstáculos mais nitidamente. A consequência é conseguir traçar um planejamento específico especialmente direcionado para o recorte da sua vida recente. Além disso, não ignore sua própria experiência, pois ela fornecerá um mapa completo das ações que funcionaram ou fracassaram. Isso te ajudará a criar um planejamento para o novo ano que realmente faz diferença.

3. Não tente fazer tudo de uma vez

É natural que alguns aspectos da nossa vida entrem em um ritmo de descompasso de vez em quando. São aqueles momentos em que nada parece dar certo ou fazer sentido. Por conta disso, uma das funções de um bom planejamento para o novo ano é realimentar a motivação necessária para buscar suas próximas conquistas. Porém, você sabe o que fazer quando ainda faltam conquistas anteriores?

É importante não tentar recuperar todo o tempo perdido de uma só vez. Se 2020 foi um ano ruim para atingir suas metas, você precisa rever os motivos por trás disso para não cometer os mesmos erros. Dependendo do acúmulo de metas, talvez algumas também exijam mais tempo para serem resolvidas. O planejamento também é importante nesse aspecto, para evitar atitudes incoerentes ou exageradas.

É importante que você não tenha muitas metas, no máximo quarto, para completar durante o ano e que você não tente ajustar todos os aspectos negativos na sua vida ao mesmo tempo, pois as chances de que nenhum deles mude são grandes. Por conta disso é importante que você procure se manter firme nas metas mais importantes para você.

Como podemos observar, fazer um planejamento financeiro para o ano que começa é extremamente importante na vida de qualquer pessoa. Para isso, é essencial conhecer seus limites e sua realidade e encontrar uma maneira eficaz de acompanhar o cumprimento das metas feitas.

A Nova Época espera ter te mostrado que fazer um planejamento financeiro não é um bicho de sete cabeças, muito pelo contrário. É fácil e pode tornar sua vida muito mais segura e prática. Por isso, aproveite esses últimos dias do ano e o próximo mês para colocar todas as informações necessárias em dia e comece o ano com o pé direito!