Tokenização de imóveis: entenda o que é

O mercado imobiliário está em constante mudança e tendências vêm e vão a todo momento, por isso, é preciso ficar de olho nesse setor para não perder as boas oportunidades que ele oferece em termos de desburocratização dos processos envolvidos nas negociações, como é o caso da tokenização de imóveis. 


A evolução tecnológica é cada vez mais dinâmica e presente em nossas vidas. A novidade da vez é a tokenização e venda de propriedades digitais. Diariamente, a tecnologia nos mostra que está em constante evolução, além de mais dinâmica e presente na nossa sociedade. Uma das recentes novidades da tecnologia é a tokenização de imóveis.


O mercado imobiliário é tão relevante para a economia que acaba servindo como um parâmetro do desempenho econômico do país. Dessa forma, quando o setor cresce, isso sinaliza um aumento no potencial de investimentos das pessoas, assim como quando está em baixa, podemos esperar por uma recessão. Logo, a necessidade de transparência nos acordos, da desburocratização e de soluções inovadoras costuma refletir nesse setor antes de se espalhar para os demais segmentos de mercado. 


Nesse contexto, o universo das criptomoedas aposta na propagação da tokenização de imóveis para que sua posição possa se firmar no mercado imobiliário. E para te ajudar a entender o conceito da tokenização de imóveis, a Nova Época Imóveis elaborou esse post com algumas informações importantes sobre o assunto. Para mais informações e dicas sobre o mercado imobiliário, não deixe de conferir nosso blog!


O que é tokenização?


De modo geral, a tokenização é um processo de fragmentação de um ativo real em frações digitais, que passam a ser negociáveis de forma descomplicada. Quem está acostumado a investir deve saber que a tokenização é o mesmo que comprar um produto físico caracterizado por um contrato virtual ou smart contract. Dessa forma, é possível lucrar com os negócios imobiliários. 


Vale acrescentar, ainda, que o uso da criptografia, bem como das redes descentralizadas das criptomoedas, é que constituiu esse mercado. Quase tudo o que você pensar pode se transformar em token e ganhar um registro digital, desde imóveis a obras de arte, ouro, direitos de imagem, recebíveis, participação em startups, entre outros. 


Como funciona a tokenização de imóveis?


Ao adquirir imóveis tokenizados, o imóvel e sua escritura são associados a um token que não pode ser substituído nem alterado, equivalente a uma série de informações exclusivas armazenadas em uma blockchain. A blockchain, por sua vez, constitui uma base de dados responsável pelo registro e certificação da propriedade e da exclusividade dos ativos digitais, de forma mais segura. 


Quando os tokens são comercializados, o comprador se transforma no dono da propriedade. Com isso, de maneira semelhante ao que acontece nos financiamentos imobiliários, a tokenização de imóveis permite que seu adquirente se torne proprietário partindo de qualquer valor. Depois, ele pode pagar as parcelas de acordo com suas condições financeiras e, melhor ainda, sem endividamento. 


Na prática, todo o processo começa com a aquisição do terreno e, como forma de facilitar, ele é dividido em diversas partes e o investidor pode comprar quantas desejar. Em sequência, o terreno pode ser transformado em apartamentos construídos por incorporadoras. Na entrega das unidades, existe a possibilidade de vender a parte comprada, lucrando ainda com a valorização imobiliária consequente da incorporação.


Por exemplo, é possível imaginar um imóvel avaliado em R$2 milhões sendo fragmentado em 10 mil tokens. No caso de você optar pela compra de um deles, no valor de R$200 reais cada e, após determinado tempo, a venda do imóvel é feita por R$4 milhões. Nessa transação, seu token passa a valer R$800,00. Com isso, podemos entender que:

 

  • O token armazena informações sobre o imóvel, como dimensões, localização e o número da matrícula;
  • O emissor deve definir qual a blockchain desejada para registrar, determinar se o token é fracionável, além de eventuais regras para transferência;
  • O registro pode ser feito em uma blockchain pública ou em uma rede privada;
  • A validade legal do token pode variar de Estado para Estado, com regulação indefinida, o que não acontece com o Fundo Imobiliário. 


Quais as vantagens da tokenização?


1. Juros zero


A tokenização tem alguns benefícios e um deles, muito bem-vindo dessa modalidade de investimento, é a ausência de juros, uma vez que o imóvel é passado para o nome do proprietário somente depois de totalmente quitado.


2. Flexibilidade depois da compra


Outra vantagem dessa modalidade é a flexibilidade depois da compra. Ou seja, após a aquisição de um móvel tokenizado, o comprador pode usar ou alugar sua propriedade, como ele preferir. Seja como for, o dono do imóvel do imóvel recebe um aluguel mensal com o valor proporcional ao seu percentual como dono. Pode ser visto como um tipo de cashback para quem investe.


3. Desburocratização


O comprador é livre para optar pela forma de pagamento mais favorável, dentro de suas condições financeiras, sem o risco de intervenções no registro do imóvel em seu nome. Além disso, a partir de um bom portfólio, a venda da propriedade se torna mais fácil até mesmo para negociar com interessados fora do país.


4. Transparência


A transparência é mais uma vantagem dessa modalidade, pois, após definidas as regras de emissão, todos os participantes conseguem auditar cada fração em tempo real, assim como o total em circulação.


5. Conversibilidade 


A troca entre tokens distintos pode ser feita com uma posterior compra de outro ativo, sem a necessidade de vender por reais. 


6. Valorização dos imóveis


Esse é outro aspecto positivo dessa modalidade. Ainda em uma eventual revenda do imóvel, tanto os proprietários quanto os detentores de uma fração desse bem tendem a se beneficiar significativamente. 

 

7. Independência


A última, mas não menos importante vantagem da nossa lista é a independência que essa modalidade traz. Isso porque o dono do token pode movê-lo e armazená-lo sem a necessidade de aprovação de grupos ou entidades.


A tokenização e a criptomoeda se mostram partes cada vez mais importantes para o futuro do mercado, por isso, é essencial que você se mantenha atualizado sobre o assunto. A Nova Época espera ter te ajudado a entender um pouco sobre a tokenização de imóveis e suas vantagens. E lembre-se: em caso de dúvidas, nossos associados estão sempre à disposição para te ajudar!
 

 

 

Escrito por Marian Carvalho