Quais as vantagens e as desvantagens de morar em um apartamento sem condomínio

Você já ouviu falar de apartamento sem condomínio? Sabia que eles existiam? Quando a gente pensa em apartamento, é inevitável pensar no condomínio onde ele se encontra instalado. Mas o que muitas pessoas não sabem é que existem apartamentos que não têm condomínio e eles têm suas vantagens.

Não é comum pensar em um apartamento sem condomínio e para muitos essa é uma opção fora da lista, mas esse é um tipo de imóvel que está se tornando cada vez mais comum com o passar do tempo. Porém cuidado, pois o “sem condomínio” não significa que você não terá custo nenhum.

Para quem ainda não conseguiu entender o conceito de apartamento sem condomínio, ele nada mais é do que um prédio pequeno, com aproximadamente três andares, alguns possuem menos que isso, com dois ou mais apartamentos por andar. Alguns desses empreendimentos podem confundir e até mesmo passar por casas devido ao pouco número de andares, se comparado aos outros prédios, e a sua estrutura menor.

Caso você esteja pensando ou já tenha pensado em se mudar para um apartamento sem condomínio, ou caso você só esteja interessado em entender o que ele seria, a Nova Época trouxe esse post para explicar como funciona a estrutura desse tipo de imóvel e quais são suas vantagens e desvantagens. Não deixe de entrar no nosso site e conferir nossas ofertas!

O que é e como funciona um apartamento sem condomínio?

Antes de qualquer coisa, você deve entender o que são esses empreendimentos. Eles nada mais são do que prédios residenciais que são compostos, na sua maioria, de até três pavimentos, que são: pavimento térreo, que é o acesso de pedestres e veículos e é onde se encontra a garagem; o primeiro pavimento, que abriga os apartamentos; o segundo pavimento, que também abriga os apartamentos e tem o mesmo formato do primeiro pavimento; e o pavimento de cobertura, onde fica o terraço.

A premissa usada para construir esse empreendimento é fazer prédios pequenos, com poucos andares e poucos apartamentos, e com a fachada parecia à de uma pequena casa. O apartamento sem condomínio foge do padrão de empreendimentos com condomínios. Porém cuidado, pois o preço de venda de um apartamento sem condomínio nem sempre é menor como é de se esperar pela sua estrutura.

O valor de um apartamento desses inclui as mesmas variáveis que um empreendimento em um prédio padrão. Essas variáveis são:

  • localização;
  • metragem;
  • metros quadrados da região;
  • números de quartos com e sem suíte;
  • se tem garagem e o número de vagas disponíveis.

O que costuma confundir muitos é que esse tipo de apartamento, mesmo se dizendo sem condomínio, tem uma estrutura mínima que existe para o funcionamento do prédio. Porém, no caso desses empreendimentos, suas infraestruturas são reduzidas e, por isso, seus custos são menores, o que dispensa a taxa fixa cobrada para a manutenção do condomínio.

Mas não se deixe enganar porque existem sim custos para manter o prédio funcionando e cumprindo as normas de segurança necessárias. Esses custos, associados a manutenção de áreas comuns, incluem:

  • garagens;
  • portões;
  • luzes de emergência;
  • corredores;
  • sensores e extintores de incêndio;
  • uso de água ou luz para limpeza das áreas comuns;
  • gastos com a manutenção.

Ou seja, como podemos ver os gastos cobrados por extras comuns de condomínios são cortados, mas ainda é cobrado um valor mínimo para fazer a pequena estrutura funcionar. O apartamento sem condomínio é, na verdade, um apartamento com o condomínio reduzido ao máximo. Esse tipo de empreendimento pode ser de grande ajuda para o orçamento da família.

Vantagens de morar em um apartamento sem condomínio

Uma das mais importantes vantagens de escolher morar em um empreendimento desses é o baixo custo em relação aos apartamentos que ficam em condomínios. Adicionando isso ao fato de que, assim como em condomínios, os apartamentos dos primeiros andares costumam ser mais baratos, o preço de um imóvel desses sai muito mais em conta.

Outra vantagem de escolher morar em um apartamento sem condomínio é a questão da locomoção. Por conta do seu tamanho consideravelmente menor, é mais fácil se deslocar nesse tipo de empreendimento. Essa é uma vantagem importante para quem tem a mobilidade reduzida, como idosos, por exemplo.

Desvantagens de morar em um apartamento sem condomínio

O tamanho reduzido desse tipo de empreendimento também é uma das suas desvantagens. Como eles não têm áreas comuns, como piscina, quadras e salão de jogos, e com a necessidade de um espaço para a garagem e a portaria, esse tipo de empreendimento costuma ser menor do que se imagina.

O barulho que vem da rua em que o prédio se localiza é outra desvantagem de morar em um apartamento sem condomínio. Como ele é um prédio com poucos andares, ou seja, menor, seus moradores acabam morando mais próximos das ruas a sua volta e o barulho que vem delas acaba ecoando.

A questão da segurança é outra desvantagem nesse empreendimento. Por conta da fácil locomoção e acesso aos apartamentos, a noção de segurança entre os moradores pode diminuir se ela não for feita da forma certa, ou seja, o empreendimento deve ter um muro à sua volta e talvez até mesmo uma equipe capacitada para fazer a segurança.

Agora que você conhece e sabe como funcionam os apartamentos sem condomínio, a Nova Época espera que fique mais fácil de escolher qual a melhor opção para você e sua família. Não se esqueça de visitar nosso site e conferir nossas ofertas, temos imóveis de todos os tamanhos em todas as regiões da cidade.