O que é o consórcio, como funciona e o que você precisa saber antes de fazer um

Consórcio de imóvel

Está pensando em fazer um consórcio? Ou já cogitou essa possibilidade? Atualmente, os consórcios têm sido uma das principais formas das pessoas adquirirem um imóvel. Isso porque sua principal vantagem em relação aos financiamentos é a total ausência de juros e o não pagamento de parte do total como entrada no momento da contratação.

O consórcio é uma possibilidade única de investimento no seu futuro e da sua família, além de ser uma forma de investimento segura, afinal, você está investindo em um dos bens mais preciosos que vai ter na vida.

Mas você sabe realmente o que é o consórcio e como eles funcionam? É importante saber como o consórcio pode te ajudar a alcançar seus objetivos para decidir um fator essencial quando se pensa na realização do sonho de comprar a casa própria ou de se mudar: a melhor forma que você vai pagar. Como já foi dito em outros posts, essa escolha faz toda a diferença na administração das suas finanças.

Nesse post, vamos te explicar o que é o consórcio, como ele funciona e tudo o que você precisa saber antes de contratar esse serviço! A Nova Época espera te ajudar a entender um pouco melhor sobre o assunto e te dar alternativas para conseguir comprar a casa própria ou se mudar para um novo imóvel.

O que é o consórcio?

O consórcio é uma modalidade de créditos para aquisição de bens em que pessoas que têm um objetivo em comum se reúnem para poupar em grupo. Mensalmente, todos os integrantes contribuem com um determinado valor, formando uma poupança comum a todos.  

Com o crédito contemplado, até o fim do período estipulado por contrato, os consorciados podem adquirir o bem que desejam. A carta de crédito corresponde a dinheiro à vista, o que possibilita o consorciado ter maior poder de negociação na hora da compra.

É possível planejar diversos tipos de aquisição, já que existem consórcios tanto para bens móveis, como para imóveis privativos ou comerciais, viagens, entre outros. O consórcio é organizado por empresas, chamadas de administradoras, e o funcionamento das mesmas é fiscalizado pelo Banco Central do Brasil.

O pagamento deve continuar até o encerramento do plano do consorciado, mesmo este já tendo comprado o bem desejado.

Como o consórcio funciona?

Agora que você já sabe o que é o consórcio, vamos falar de todos os detalhes do seu funcionamento. Cada administradora de consórcio oferece uma variedade de produtos, ou seja, o cliente pode escolher entre diferentes valores de crédito, prazos de pagamento e parcelas. Essa liberdade de escolha te oferece o conforto de optar pelo plano que mais se adequa ao seu orçamento.

Decidida a melhor opção para você e assinado o contrato, você já é um consorciado. A partir daí você já começa a pagar as parcelas do seu consórcio. O cálculo dessas parcelas é feito dividindo o valor da carta de crédito pela quantidade de meses de pagamento e somando a taxa de administração cobrada pela empresa para organizar todos os detalhes do grupo, o fundo de reserva e, em alguns casos, o seguro. Como dito, a quantia que os consorciados pagam por mês forma uma reserva para que todos os integrantes do grupo sejam contemplados e tenham acesso ao seu bem.

A contemplação é quando o consorciado tem o direito de utilizar o crédito acumulado para realizar sua aquisição. As contemplações ocorrem todos os meses nas assembleias dos grupos e podem ser realizadas de duas formas: por sorteio, que define a ordem de recebimento do crédito, ou por lance, que é a oferta de um valor que serve para aumentar as chances de antecipar a contemplação do consorciado.

Ao ser contemplado, o consorciado tem acesso à sua carta de créditos, o que possibilita a aquisição do bem. Mas lembre-se, o consorciado precisa se atentar aos detalhes do processo que tem início após a contemplação. O processo é diferente de acordo com cada administradora, por isso, é importante se atentar ao que consta no contrato de adesão.

Quais as vantagens de fazer um consórcio

1. Não tem juros

Uma das maiores vantagens de fazer um consórcio é que você não paga juros ao adquiri-lo. Com o consórcio, é possível comprar um imóvel e aumentar o patrimônio sem perder a organização financeira, se endividar ou pagar juros.

A única despesa que você tem é o pagamento da taxa de administração, que tem um valor muito mais acessível de comparados a outras modalidades de aquisição. Mesmo que você junte dinheiro para pagar à vista e livre de juros, há o risco de ficar sem reservas financeiras. Com o consórcio esse risco não existe.

Mas não se esqueça, o valor das parcelas é reajustado anualmente, mas este percentual sempre cabe no orçamento. Para pagamento parcelado sem taxas absurdas, essa é a melhor opção.

2. Promove um planejamento financeiro

Você mesmo opta pelas condições que cabem no seu bolso, o que torna o consórcio muito flexível. Assim, ele se adapta bem tanto para aquele que está começando sua vida, comprando seu primeiro imóvel, quanto para aquele que já é financeiramente estável e pode disponibilizar maiores valores por mês.

Quando você opta por fazer um financiamento, o valor da entrada que deve ser dado é alto e as parcelas são determinadas pelo banco. Sendo assim, o consórcio é a alternativa ideal para quem está organizando as finanças e não pretende desequilibrar nem prejudicar o orçamento para comprar um bem.

3. Quitação de financiamento

Quando contemplado, seu crédito do consórcio também pode ser usado para quitar o financiamento de bens possíveis de serem adquiridos com o seu crédito, conforme as condições previstas no contrato.  

Ou seja, uma vez que sua carta for contemplada em lances ou sorteios, será possível usar esse montante de dinheiro para liquidar de vez o saldo do financiamento. Com isso, você elimina duas dívidas de uma vez só e, adicionado a isso, você já tem sua residência própria.

4. É uma opção de investimento

Outra vantagem de se obter um consórcio é que pode ser considerada uma forma de investimento para o futuro. Por isso, caso você tenha o objetivo de investir, mas enfrenta dificuldades para organizar o dinheiro que gasta e reservar parte do seu salário, essa pode ser uma boa opção.

Como o dinheiro vira responsabilidade da administradora do consórcio e as parcelas são pagas mensalmente, ele pode funcionar como uma poupança obrigatória. Isso torna esse processo mais fácil.

Além de ser flexível, o consórcio é considerado um investimento muito seguro e de baixo risco, já que todos os processos são fiscalizados pelo Banco Central do Brasil.

5. Favorece a negociação com valor à vista

No consórcio você paga o valor dividido, mas quando é contemplado recebe a carta de crédito com o valor total. Essa carta de crédito vale como dinheiro, tendo a mesma flexibilidade do pagamento à vista, o que te dá mais liberdade e poder nas negociações, possibilitando que o comprador consiga bons descontos com o vendedor.

E mais, como você pode usar de até 10% da carta de crédito para outros custos ou para quitar parcelas restantes do consórcio, o que evita que você perca muito dinheiro.

Nossa lista fica por aqui, a Nova Época espera ter te ajudado a entender um pouco mais sobre o que é o consórcio e seu processo. E se você está procurando um imóvel ou pensando em vender um, não esqueça de visitar nosso site e conferir nossas ofertas! Entre em contato conosco!