O que é e como calcular o retorno de investimento (ROI) no setor imobiliário

Não é a primeira vez que a Nova Época traz aqui um post sobre investimento no mercado imobiliário. Como já dissemos em alguns posts anteriores, esse é um dos melhores investimentos que você pode fazer, porém, mesmo sendo uma boa opção de investimento para seu dinheiro, é natural que você queira saber qual retorno você terá, para ter ainda mais segurança no momento da compra do imóvel.


Para escolher bem um investimento é necessária muita avaliação, além de ser preciso analisá-lo do ponto de vista de diversos indicadores econômicos e métricas, para entender como se calculam os retornos. Um desses indicadores é o cálculo do retorno de investimento, conhecido também como ROI, e é ele que vai te ajudar a entender quão lucrativo seu investimento pode ser.


Para te ajudar a entender tudo sobre o ROI e, assim, escolher os melhores investimentos, a Nova Época Imóveis fez esse post para explicar um pouco melhor o que de fato é o retorno de investimento e seu principal objetivo. Além disso, ainda vamos mostrar quais as informações indispensáveis para você fazer esse cálculo, e falar da sua importância para quem investe em fundo imobiliário.


O que é retorno de investimento ou ROI?


O retorno de investimento, conhecido também como retorno sobre investimento, é uma métrica muito popular na área financeira que reflete a rentabilidade passada ou futura estimada de determinados investimentos. É, ainda, um índice versátil que pode servir como parâmetro em análises de opções de investimentos.


Para calcular o ROI, você precisa de dois valores:

  • Valor total investido;
  • Retorno do investimento.


A fórmula para você obter essa taxa de retorno de investimento é bem simples:


Retorno de investimento (ROI) = (Retorno – Valor total investido) / Valor total investido


Para obter o resultado em porcentagem, basta multiplicar o ROI resultante por 100. Quando o ROI é positivo, houve lucro. Se ele resultar em um número negativo, houve perda. No caso de compra e venda de imóveis, o valor total investido deve incluir todos os tributos e taxas pagos por sua aquisição, assim como preço de reformas e melhorias e custos de manutenção na ausência de inquilinos.


ROI de venda de imóvel


Para te ajudar a compreender melhor este cálculo, vamos dar um exemplo: imagina uma situação onde você comprou um imóvel por R$800 mil. Levando em consideração que os custos de aquisição são cerca de 4% do imóvel, ou seja, R$32 mil, então, o valor investido já sobe para R$832 mil. Se te oferecerem R$ 900 mil pelo imóvel, seu ROI será:


ROI = (900.000 – 832.000) / 832.000
ROI = 0,08


Para saber seu lucro em porcentagem, basta multiplicar 0,08 por 100, ficando: 8% de lucro!


ROI de aluguel de imóvel


Calcular o retorno de investimento de imóveis alugados é um pouco diferente: ao invés de descobrir o retorno de investimento final, você descobre o retorno de investimento mensal. A fórmula de retorno de investimento para aluguel imobiliário fica:


ROI = (Valor mensal do aluguel / Valor total investido) x 100


Ao multiplicar o valor total por 100 no final da conta, a taxa de retorno já será uma porcentagem. Se usarmos o mesmo exemplo acima, do imóvel de R$ 832 mil, com um valor de aluguel aplicado hipotético de R$ 3.000, a conta ficaria:


ROI = (3.000 / 832.000) X 100
ROI = 0,36% por mês


Quando multiplicamos 0,36 por 12, você teria um retorno de investimento de 4,32% ao ano. Porém, é importante lembrar que nessa situação, como proprietário do imóvel, você seria responsável por custos de reparos e melhorias estruturais, além de custos extras com manutenção quando não houver locatário no imóvel.


Qual a importância do ROI para o setor imobiliário?


Assim como para qualquer outro setor de investimento, visto que a essência do investimento não muda, todos procuram ingressar com certa quantia em algum negócio buscando o retorno positivo, o ROI também é muito importante para o setor imobiliário. É preciso ficar atento, pois, nesse mercado, o retorno de investimento pode ter prazos muito diferentes.


Por exemplo, quem investe em uma construtora que vai erguer um shopping novo precisa de um horizonte de vários anos até o lucro chegar. Já quem investe em fundos imobiliários especializados em shoppings pode pensar em menos tempo, dependendo da sua estratégia, principalmente se esse mercado estiver aquecido.


No caso do comprador investidor pode pensar em horizontes mais diversificados. Afinal, ele pode estar comprando determinado imóvel para diversificar seu patrimônio e protegê-lo de oscilações ou para alugar o imóvel e ter uma nova renda fixa, por exemplo.


Deu para entender melhor o que é o ROI? Pensa em investir no mercado imobiliário ou está procurando um novo imóvel para você e sua família? Entre em contato com a gente! Nossos corretores estão à disposição para te ajudar com tudo a qualquer hora!

 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho