Imóvel Novo ou Usado: qual comprar?

Comprar a casa própria ou se mudar é uma decisão que leva vários pontos a se pensar, mas o primeiro e mais importante é: escolher um imóvel novo ou usado? Qual a melhor opção? Qual delas se enquadra melhor no que você está procurando, dentro de todas as expectativas e exigências criadas?

Há vários aspectos a serem refletidos nesse momento. Claro que, quando pensamos em comprar um imóvel, a primeira coisa que vem à mente é o desejo de que seja algo ainda na planta ou novo, sendo você o primeiro morador. Porém, alguns fatores devem ser levados em consideração e nem sempre essa é a melhor opção.

Existem prós e contras de cada opção e a Nova Época está aqui para te ajudar a decidir qual é a melhor escolha para a sua situação. Não deixe de conferir nosso site, lá você encontra ofertas de imóveis tanto novos quanto usados em diversas regiões do Rio!

O que é melhor: imóvel novo ou usado?

Ninguém é capaz de fazer essa escolha por você. Seus planos e suas possibilidades devem ser levados em consideração antes de qualquer outra avaliação ser feita. Imóveis novos são uma opção melhor para aqueles que podem esperar para mudar e que estão à procura de uma casa ou apartamento com a estrutura mais moderna.

Já aquelas pessoas que não pretendem ficar no lugar por muito tempo, tendo planos de não demorar para mudar, mas não querem ter que arcar com aluguel ao mesmo tempo que pagam a parcela do financiamento, comprar um imóvel usado é o mais recomendado.

O que é preciso ter na cabeça é: tanto imóveis novos quanto usados têm vantagens e desvantagens. Por isso é importante fazer a cotação do preço de cada um sempre e analisar qual combina mais com seu perfil e suas necessidades.

Quais as vantagens e desvantagens de se comprar um imóvel novo ou usado?

As vantagens e desvantagens podem depender muito da idade dos imóveis, por isso é uma questão a ser observada em primeiro lugar. As diferenças entre uma casa ou apartamento de 10 e de 30 anos de existência são muito grandes. A necessidade de adaptações ou reformas, o nível dos ruídos, a espessura das paredes são alguns exemplos de aspectos que devem ser levados em consideração na hora de analisar a compra de um imóvel usado. O imóvel pode parecer estar conservado, mas observe mais a fundo para não se frustrar depois da compra!

Já um imóvel na planta tem a vantagem de ser novinho, porém você não o vê pessoalmente e não é sempre que a planta condiz com a realidade. Listamos algumas vantagens e desvantagens dessas alternativas para te ajudar a entender melhor!

Vantagens de comprar imóveis na planta

  • Forma de pagamento: as condições de financiamento são melhores, o que não acontece na compra de imóveis usados, além do valor de entrada não estar entre os mais altos;
  • Não precisa de reforma: comprando um imóvel que ainda vai ser construído, você tem a oportunidade de deixar o apartamento ou casa no seu estilo, podendo escolher todos os itens de decoração e evitando futuras reformas;
  • Valor de revenda maior: o investimento, no caso de um apartamento, na planta só tende a valorizar, sendo maior do que o da compra;
  • Separação de gastos: também no caso de apartamento, novos condomínios têm separação de gastos de luz e água, o que pode ajudar na economia das contas mensais.

Desvantagens de comprar imóveis na planta

  • O preço pode variar: o financiamento pode parecer atraente, com suas parcelas acessíveis, porém o comprador pode ter que pagar mais pelo imóvel, pois surgem taxas e outros gastos ao longo do processo;
  • Atraso na entrega: o comprador precisa ter paciência, pois o imóvel não é entregue na hora. Além disso, é comum que o prazo de entrega não seja cumprido (lembre-se que até seis meses de atraso é permitido por lei!), bagunçando a vida do comprador;
  • As plantas podem enganar: é comum que, no caso de apartamentos, estes tenham uma área menor do que aqueles antigos, por isso, preste atenção nos números das plantas e não se engane;
  • O comprador não vê o apartamento: pode acontecer do comprador cair em uma armadilha e acabar comprando um imóvel menor do que o esperado. Fique sempre atento às escalas mostradas tanto do apartamento quanto dos móveis para ter certeza dos tamanhos.

Vantagens de comprar imóveis antigos (com mais de 30 anos)

  • Localização privilegiada: construções erguidas há tanto tempo tem mais facilidade de se localizarem perto de regiões centrais, o que não é o caso de imóveis mais recentes;
  • Preço acessível: é possível conseguir pagar um valor mais em conta no metro quadrado quando o imóvel é mais antigo;
  • Mais espaço: antigamente, no caso dos os apartamentos, eles eram mais espaçosos, o que não ocorre com os imóveis atuais. Esse fato, para uma família grande, torna um imóvel antigo uma opção ideal;
  • Paredes mais espessas: elas evitam que ruídos de outros lugares externos incomodem os moradores e é outra característica que imóveis mais recentes não têm.

Desvantagens de comprar imóveis antigos (com mais de 30 anos)

  • Pontos de tomada: com a evolução tecnológica, os dias atuais exigem variadas tomadas em cada ambiente devido à quantidade de aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos. Com isso, imóveis antigos podem requerer reformas nesse aspecto;
  • Área de lazer pequena: no caso de apartamentos, prédios muito antigos não contam com uma boa área de lazer, coisa que, hoje em dia, é muito valorizada;
  • Tubulação galvanizada: em imóveis antigos, os tubos eram galvanizados e acabavam ficando corroídos com o tempo. Isso pode gerar um grande transtorno, pois o prédio ou casa terá que passar por grande reforma que envolve gastos e um período de tempos em água;
  • Cuidado extra com a documentação: imóveis antigos exigem um cuidado extra com a documentação. É fundamental checar se os documentos estão em dia e se o imóvel não possui dívidas.

Vantagens de comprar imóveis usados (com menos de 20 anos)

  • Tempo de espera para mudança: por estar lidando com um imóvel que já está totalmente construído e por entrar em acordo com o dono sobre a data de entrega, o tempo de espera para mudança não tende a ser longo;
  • Mais valorizado: por ter mais modernidades, é um imóvel com maior valor de mercado, pois é arquitetonicamente mais atualizado e apresenta um estilo mais atual;
  • Área de lazer maior: nesse período já se valorizava áreas de lazer maiores, no caso dos apartamentos, com locais para as crianças brincarem, com piscina, churrasqueira e outros. Como isso é muito exigido atualmente por quem procura um imóvel, agrega-se valor ao lugar;
  • Mais tomadas: estes imóveis estão mais preparados para a tecnologia, que evoluiu consideravelmente e, por isso, contam com mais pontos de tomadas, evitando a necessidade de reformas ou mudanças nesse aspecto.

Desvantagens de comprar um imóvel usado (com menos de 20 anos)

  • Custos do imóvel: o comprador precisa dar um valor de entrada que costuma ser de 30% a 40% do valor do imóvel;
  • Localização: novos empreendimentos costumam ser construídos em locais mais afastados, que demandam de um comércio mais variado e de facilidades, como escolas, supermercados, transporte público, entre outros;
  • Paredes mais finas: por terem paredes mais finas e pé-direito, isso facilita a propagação de ruídos externos. Porém, para a tecnologia Wi-Fi pode-se ser considerado uma grande vantagem, já que as barreiras entre os cômodos são menores e, assim, o sinal pode ser mais bem distribuído;
  • Custo mais alto da taxa de condomínio: as taxas de condomínios de prédios mais recentes, no caso de apartamentos, tendem a ser mais alta devido à manutenção das áreas de lazer e gastos com funcionários.

Depois de analisados todos esses prós e contras, antes de escolher qual imóvel comprar, não se esqueça de analisar, também, as usas necessidades e prioridades. É importante que você escolha um lugar onde se sente seguro e confortável, independente de quanto tempo você passará nele.

A Nova Época espera ter te ajudado a decidir qual tipo de imóvel é melhor para você. Não se esqueça de visitar nosso site e conferir nossas ofertas! Fale com um dos nossos profissionais e vamos realizar esse sonho juntos!