Dicas de uso seguro do gás de cozinha ou botijão de gás

O uso do botijão de gás na cozinha deve ser feito com muito cuidado, precauções e atenção para evitar acidentes graves, como explosões. Você também precisa ter muito cuidado e prestar atenção no armazenamento desse material, que é altamente inflamável e explosivo. Por isso, fique atento às recomendações técnicas para ter a tranquilidade de total segurança enquanto prepara suas refeições.

O botijão de gás pode ser utilizado em diferentes imóveis, tanto nos residenciais quanto nos comerciais e industriais e tem os mais diversos fins, sendo alguns deles o preparo de alimentos, a climatização do ambiente, a secagem de roupas ou grãos, o aquecimento de fornos e a esterilização de objetos.

Essencial em todas as residências, também é preciso ter muita atenção e seguir as recomendações para a instalação e troca do botijão de gás. Além disso, você precisa saber como proceder em caso de suspeita de vazamentos de gás, por isso, é essencial que você procure se informar com um profissional.

Para te ajudar, a Nova Época fez esse post com algumas dicas de segurança para o uso do gás, além de explicar como aplicá-las de forma correta no seu dia a dia. Não deixe de conferir as ofertas no nosso site e caso tenham dúvidas fale com um dos nossos associados!

1.Não faça extensões na mangueira do gás

A primeira e mais importante dica é que você jamais deve fazer extensões na mangueira do seu gás, cortando ou juntando duas ou mais delas. Além disso, o ideal é que você posicione seu botijão a uma distância razoável sem esticar demais sua mangueira original, que deve ter no máximo 80 centímetros de comprimento. É importante que você também não se esqueça de fazer o cálculo do espaço disponível antes de instalá-lo.

2. Tome cuidado com altas temperaturas na mangueira

É essencial que você saiba que a mangueira não deve passar nem encostar na parte de trás do fogão, devido à alta temperatura dessa região que pode danificar a mangueira e causar futuros vazamentos, que podem acabar em acidentes graves. Caso, na hora da instalação, sua mangueira passe por trás do botijão, você precisa consultar a assistência técnica credenciada do seu fogão para que a troca da entrada da mangueira seja feita.

3. O botijão deve ficar em um lugar arejado

Outra dica essencial é que você não deixe, em hipótese alguma, seu recipiente de gás guardado em ambientes fechados, como estruturas fechadas ou armários. O lugar ideal para armazená-lo, protegendo seu recipiente do ambiente externo, é construindo um abrigo próprio para botijões, com uma porta bem arejada e um espaço bom para o gás, seu registro e a mangueira. Além disso, não se esqueça de manter esse ambiente sempre bem limpo.

4. Preste atenção ao prazo de validade da mangueira

Assim como muitos outros produtos, as mangueiras dos botijões de gás também possuem prazo de validade. A dica aqui é que elas sejam trocadas a cada cinco anos no máximo. Isso ajuda a garantir a integridade e a segurança dessa peça, já que essa peça deve estar sempre em perfeito estado para evitar vazamentos. As mangueiras podem ser tanto em PVC quanto metálicas.

5. Cuidado com o regulador de pressão do gás

Uma dica importante é que você fique muito atento à instalação do regulador de pressão de gás. Esses reguladores são necessários em todas as instalações de botijões, pois quando o gás está contido nos botijões ele se encontra sob pressão superior à de trabalho dos fogões e a função desses reguladores é justamente adequar a pressão para garantir o perfeito funcionamento nos aparelhos. Outra função desses reguladores é controlar a vazão do gás, o que ajuda a manter a chama estável.

6. Compre somente produtos confiáveis e de boa qualidade

Outra dica extremamente importante é que você compre suas peças, tanto a mangueira quanto o regulador, somente em lugares confiáveis, evitando peças clandestinas ou de origem duvidosa só para economizar. Verifique se a marca da distribuidora, o prazo de validade, a certificação do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia estão especificadas no corpo do botijão, assim, você saberá que o produto é confiável. Cuidado, não aceite botijões sem o lacre da distribuidora, muito amassados, enferrujados e com alças soltas.

7. Não esqueça de fazer o teste do vazamento

Esse teste é essencial para garantir a segurança de quem usa o botijão. Simples e fácil, o teste do vazamento ajuda a detectar precocemente qualquer vazamento logo na instalação do recipiente ou na troca do gás. Depois de conectado o regulador de pressão, é só passar uma boa quantidade de espuma de sabão entre a conexão do regulador de preção e a boca do botijão. Caso apareça alguma bolha nesse processo, significa que existe vazamento. Ao observar isso, o regulador precisa ser desconectado e o procedimento deve se repetir. Se as bolhas continuarem aparecendo, a troca do recipiente deve ser solicitada imediatamente

8. Não deite o botijão em hipótese alguma

É comum as pessoas acreditarem que ao deixar o recipiente “deitado”, ou seja, na horizontal é possível aproveitar o gás até o finalzinho e continuar cozinhando. Mas cuidado, pois isso não é recomendado! Além de ser um mito que você pode aproveitar melhor o gás assim, quando o vasilhame é deitado o gás pode vazar pela mangueira e danificar o regulador de pressão.

9. Nunca use ferramentas para ajustar o regulador de pressão

Essa é outra dica essencial: a instalação do regulador de pressão deve ser realizada somente manualmente, nunca com o auxílio de ferramentas. Isso acontece porque as ferramentas podem causar desgaste ou defeito na peça. Além disso, elas ainda apresentam o risco da produção de faíscas, caso haja atrito com o invólucro, o que pode gerar graves acidentes.

10. Mantenha distância entre o botijão e ralos e caixas de esgoto

A última, porém, não menos importante dica é que você deve manter o botijão de gás afastado de grelhas de escoamento de água, ralos e caixas de esgoto em pelo menos um metro e meio. A razão para isso é que o fluido é mais pesado do que o ar e, em casos de vazamento, pode se infiltrar nesses lugares e causar explosões uma vez estando em contato com alguma chama ou faísca.

Com essas dicas, a Nova Época espera ter te ajudado a entender o processo da instalação do botijão de gás, além de saber o que deve ou não ser feito para ter total segurança ao usá-lo. Fique de olho se você segue todas essas instruções e caso observe alguma irregularidade, não deixe de informar empresas que trabalham com isso ou até mesmo o Corpo de Bombeiros.