Dicas de como planejar uma casa ou apartamento adaptados para idosos

Ter segurança e conforto em casa é essencial para termos melhor qualidade de vida. Quando planejamos um projeto de decoração, esses fatores estão sempre em destaque. Da mesma maneira, planejar um apartamento ou casa adaptados para idosos também é alternativa importante para trazer segurança e conforto ao envelhecer, principalmente porque a única certeza natural que temos na vida é que vamos envelhecer.

A “melhor idade” pode trazer muitas limitações e algumas necessidades naturais, afinal, no dia a dia os idosos precisam tomar cuidado redobrado com quedas e acidentes no geral, principalmente no ambiente doméstico. É nesse sentido que observamos a importância da adaptação de um imóvel para essa fase da vida.

Atualmente, os idosos já soma mais de 13% da população brasileira e, de acordo com a Projeção da População feita pelo IBGE, a tendência é que esse percentual dobre nas próximas décadas. Diante desse cenário, é natural que o bem-estar dos idosos no ambiente doméstico comece a ser uma prioridade no mercado. Mas não precisa se preocupar, pois, com algumas mudanças, é possível trazer mais qualidade de vida para aqueles que mais precisam de segurança em casa.

Para te ajudar a entender por onde começar essa adaptação, a Nova Época Imóveiselaborou esse texto com algumas dicas de como tornar sua casa ou apartamento mais seguros, agradáveis e funcionais para essa fase da vida. E para mais dicas de decoração e adaptação de ambientes domésticos, não deixe de conferir nosso blog!

O que um imóvel precisa ter para ser ideal para idosos?

Para criar um ambiente doméstico ideal para os idosos, as palavras-chave que devem guiar esse processo são: segurança e conforto. Além da convivência saudável com a família, outra necessidade das pessoas idosas é a adaptação do imóvel em que vivem para poderem circular de maneira segura e existem duas formas de realizar esse processo: reformando o imóvel atual ou procurando um novo lar já preparado para receber um morador idoso e suas limitações.

As adequações podem se fazer necessárias em todos os ambientes da casa ou apartamento, principalmente no quarto e no banheiro. Caso o idoso seja cadeirante, já existem imóveis com rampas internas disponíveis no mercado, mas também é possível instalá-las no seu apartamento ou na sua casa atual, se houver degraus e batentes.

Um imóvel ideal para idosos também pode precisar de móveis adaptados, principalmente porque uma das maiores queixas é com relação à altura das cadeiras, dos sofás e até mesmo das camas. Esses móveis costumam ter uma altura padrão que pode exigir mais esforço e impulso do corpo ao se levantar. Móveis adaptados não são difíceis de achar e eles podem até ser solicitados por encomenda. E fique atento, pois, antes de comprar qualquer móvel, é essencial perguntar aos médicos do idoso se ele está em condições de ter um móvel em determinada altura.

Dicas para adaptar seu imóvel para idosos

1. Instalar portas largas

A primeira dica da nossa lista para projetos de imóveis adaptados para idosos é a inclusão de portas mais largas. Elas ajudam na transição entre os cômodos, principalmente quando os moradores são cadeirantes ou usam outros objetos de ajuda para se locomoverem, como muletas ou andadores.

2. Instalar rampas ou elevadores de escada

Outra dica importante para projetos de casas adaptadas, e já citada acima, é eliminar os degraus e obstáculos. Uma boa e econômica alternativa para substituir escadas pequenas é usar rampas com materiais antiderrapantes. Caso seu imóvel seja um sobrado, é necessário adaptar o uso das escadas e uma boa alternativa que o mercado oferece para isso é usar um corrimão para idosos em conjunto com uma barra. Ao utilizar esse corrimão, o idoso pode consegue pegar impulso e se apoiar com segurança nele. Outra ideia é incluir no projeto um elevador de escada para cadeirantes.

3. Adotar sensores de presença para iluminação

É comum em idosos doenças que afetam a memória e até mesmo a locomoção, como mencionamos acima. Uma boa dica para evitar que eles se esqueçam de acender as luzes e fiquem mais propensos a sofrerem acidentes é instalar sensores de presença de iluminação. Esse recurso consegue detectar a presença de pessoas no ambiente através de um sensor infravermelho que é capaz de reconhecer fontes de calor. Dessa forma, o idoso ainda tem sua independência e não é necessário se preocupar com possíveis tragédias.

4. Adapte os banheiros

Outro ponto de importante atenção em projetos de imóveis adaptados para idosos é o banheiro, pois, devido a umidade e ao contato com a água, é o lugar da casa onde podem acontecer a maior parte dos acidentes. Desse modo, o primeiro passo deve ser incluir pisos antiderrapantes, barras para apoio e até mesmo banquinhos dentro do box. No caso de cadeirantes, uma dica que pode ajudar a facilitar a higiene é incluir espelhos inclinados que podem facilitar a visualização.

Outro ponto importante que merece atenção é a porta do cômodo, que deve abrir para fora. Esse é um cuidado necessário para casos de acidentes, como se o idoso cair, por exemplo, o peso do seu corpo não impedirá que outra pessoa entre no banheiro para ajudá-lo.

5. Automatização residencial

Com a automatização residencial, é possível usar a tecnologia para facilitar tarefas normalmente feitas manualmente. Mas, no caso de projetos de imóveis adaptados para idosos, essa ferramenta pode ser uma ótima aliada para garantir a segurança dos moradores de idade mais avançada. Além de ser possível monitorar o que acontece dentro e fora de casa através de aplicativos, o sistema de uma casa automatizada permite ainda ajustar o clima, a iluminação e outras atividades de forma remota.

6. Adote móveis adaptados para idosos

Por conta da dificuldade na locomoção e de visão, alguns idosos tendem a esbarrar muito em móveis e se machucam. Para evitar esses acidentes, uma dica é que você aposte em mobílias com cantos arredondados. Outra dica é fixar alguns objetos, como cômoda e mesas, na parede ou no chão, dessa forma, caso o idoso precise se apoiar em alguma superfície por conta de tonturas sem correr o risco de cair, ele possa.

Outro móvel que você deve ficar atento é o sofá, pois aqueles modelos mais macios, que costumam afundar quando sentamos, podem ser confortáveis, mas também prejudicam os idosos na hora de levantar. Por conta disso, é importante ficar atento e incluir na decoração um sofá de estrutura mais firme, que ofereça apoio e segurança. Almofadas mais rígidas também podem ajudar na hora de se acomodar.

7. Armários e bancadas com altura adaptada

Outro cômodo que você deve ficar atento quando faz um projeto de casas adaptadas para idosos é a cozinha e a disposição dos objetos nesse ambiente. O recomendado é que as bancadas fiquem na altura dos olhos para facilitar o manuseio dos objetos. O ideal é que as bancadas e pias tenham altura entre 80 e 95cm, tornando possível para os idosos fazerem as atividades na cozinha sentados.

Incluir etiquetas nos armários informando os objetos que estão dentro para ajudar idosos com problemas de memória também é uma boa dica para evitar que eles percam muito tempo tentando lembrar onde colocaram os objetos e poupar estresses.

Com essas dicas, esperamos que fique mais fácil para você adaptar seu imóvel para essa fase da vida ou caso você vá receber parentes idosos. Caso você esteja à procura de um imóvel, a Nova Época te ajuda a encontrar o ideal para o seu momento da vida e da sua família!

 

 

Escrito por Mariana Carvalho

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

Ao enviar, aceito a Política de Privacidade