Corretor de imóveis x consultor imobiliário: entenda as diferenças

O setor imobiliário é um nicho do mercado que tem crescido muito nos últimos tempos. Mesmo com a pandemia, quando o mercado imobiliário precisou se reinventar, esse setor cresceu 26% e esse ano, somente no primeiro semestre, houve um aumento de mais de 46% no número de apartamentos novos vendidos comparado com o mesmo período do ano passado.

Diante desse cenário de crescimento constante, novas figuras, como o consultor imobiliário, e novas funções para atender às demandas desse mercado estão sempre surgindo. Com isso, muitas pessoas podem confundir o trabalho do corretor com o trabalho do consultor de imóveis que, apesar de terem funções parecidas, exercem trabalhos bem diferentes.

Uma das maiores dúvidas de quem pensa em entrar nesse setor do mercado, e uma das informações essenciais que devem ser de conhecimento, são as diferenças entre essas duas funções. É comum até as pessoas acharem que consultor é apenas um sinônimo para corretor, porém se engana quem segue esse pensamento!

Confundir essas duas funções pode interferir diretamente no que você está buscando nesse mercado, seja um imóvel ou uma consulta sobre preços e valorizações de terreno. Pensando nisso e para te ajudar a entender essa diferença, a Nova Época Imóveiselaborou esse post para esclarecer tudo o que você precisa saber. E para saber mais sobre o mercado imobiliário não deixe de conferir nosso blog!

O que faz um consultor imobiliário?

Para entender melhor o que faz um consultor imobiliário, achamos importante primeiro entrar na definição do que é um consultor. Ele nada mais é do que um profissional com experiência e expertise em determinada área, sendo capaz de usar desses conhecimentos para sanar as dúvidas dos seus clientes e, assim, ajudá-los a tomarem as melhores decisões baseados em estudos e fatos.

Logo, um consultor imobiliário é um profissional com expertise no mercado imobiliário. É fato que todos precisam conhecer o mercado de forma geral, mas também é possível se especializar dentro desse meio e prestar consultorias sobre imóveis residenciais como forma de investimento ou fundos imobiliários, por exemplo. Por conta disso, o trabalho do consultor imobiliário pode ser bem variado, dependendo tanto das perguntas dos clientes quanto do caminho que o profissional escolheu seguir.

Um consultor de investimentos imobiliários, por exemplo, irá analisar variáveis completamente diferentes para pessoas físicas e jurídicas. Uma construtora que deseja saber quais as áreas mais interessantes da cidade para novos prédios comerciais, por exemplo, está interessada em outro tipo de rentabilidade. Já no caso de serviços do consultor ser solicitado por quem busca uma nova residência, por exemplo, os parâmetros para saber se determinado negócio é bom envolvem tanto conforto e segurança para a família quanto valorização do imóvel a longo prazo.

Um consultor imobiliário deve compreender ainda:

  • O que valoriza e desvaloriza diversos tipos de imóveis;
  • O cenário de financiamento do país;
  • O processo de compra e venda de um imóvel;
  • As tendências do mercado imobiliário internacional, nacional e regional;
  • Os medos e desejos dos diferentes perfis de clientes;
  • Planos das maiores imobiliárias, construtoras e incorporadoras do país;
  • As variáveis econômicas que impactam o setor.

O que faz um corretor imobiliário

Já no caso do corretor de imóveis, ele é o profissional com o qual estamos mais acostumados a lidar quando planejamos comprar um novo imóvel, pois ele é o responsável por conhecer novos imóveis e possíveis compradores para eles. Ou seja, é um profissional excessivamente ligado na parte prática do mercado imobiliário.

As características exigidas para esse tipo de profissional envolvem saber fazer negociações, ter bom relacionamento com os clientes e, principalmente, o domínio sobre as técnicas e as etapas de tudo o que se relaciona com transação imobiliária. Além disso, outra responsabilidade desse profissional é dar toda assistência necessária para as visitas dos clientes aos imóveis, saber avaliá-los, analisar sua localização, a arquitetura dos imóveis e todos os seus pontos fortes.

Outra responsabilidade dos corretores de imóveis é cuidar de algumas demandas mais burocráticas, tais como as certidões e os contratos.

Qual a diferença entre corretor de imóveis e consultor imobiliário?

A principal diferença entre essas duas funções é que um corretor pode atuar também como um consultor imobiliário se tiver o conhecimento e a expertise necessários, porém um consultor imobiliário não pode atuar como corretor sem ter um registro no CRECI, que exige curso especializado e estágio obrigatório.

Além do mais, o cotidiano desses profissionais é diferente. O corretor de imóveis, por exemplo, é encarregado de auxiliar clientes no processo de compra, venda e aluguel de imóveis e terrenos, em áreas tanto urbanas quanto rurais. Ele precisa conhecer tanto os imóveis quanto seus clientes, saber avaliar imóveis de acordo com preço e potencial, manter bons relacionamentos e saber negocias conhecendo todos os aspectos burocráticos dessas transações.

Já o consultor imobiliário fica mais atento ao cenário micro e macroeconômico do mercado imobiliário. Ele deve saber analisar as regiões e os tipos de imóveis em alta ou em baixa em determinado momento ou para determinado perfil de cliente, entre outros tipos de estudo no setor. Com esse conhecimento que impacta esse campo a curto, médio e longo prazo, o consultor consegue ajudar e direcionar seus clientes para decisões melhores, baseadas em fatos e insights.

Por último, existem uma diferença no pagamento desses profissionais. Ao passo que o corretor recebe comissão ao fechar negócio, tanto de aluguel quanto de compra, o consultor imobiliário pode receber por hora, por projeto ou por comissão, tudo vai depender do contrato e do vínculo empregatício. Além disso, o consultor independente tem ainda mais flexibilidade para negociar do que um consultor contratado por empresa.

Com esse post, ficou clara a diferença desses dois profissionais? Ficou com alguma outra dúvida sobre o assunto ou está interessado em entrar nesse mercado como profissional? Entre em contato com um dos nossos associados!

 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho