Confira algumas dicas práticas de como decorar a sala para dois ambientes

É inegável que uma sala com dois ambientes deixa uma casa ou apartamento muito mais bonita e confortável, além de otimizar o espaço. São muitas as vantagens de decorar usa sala de estar com dois ambientes, pois, com a ausência das paredes, a continuidade na decoração e a harmonia arquitetônica são preservadas, o que ajuda a garantir um excelente espaço para receber familiares e amigos. 


Um imóvel que possui muitas paredes, delimitando o espaço de cada cômodo, não só limita as ideias, mas também isola a conexão entre os moradores. Por conta disso, e por estrategicamente dar uma ideia de amplitude diferenciada, a tendência do momento é usar móveis e acessórios para separar os cômodos de um imóvel, facilitando a interação entre moradores e visitantes.


Existem algumas variáveis que podem influenciar na decoração desse espaço, especialmente neste caso em que falamos de dois ambientes diferentes, como a sala de estar e de jantar. Entretanto, com algumas dicas práticas e funcionais, é possível montar ambientes equilibrados, harmônicos e aconchegantes. 


Para te ajudar a entender como fazer isso, a Nova Época Imóveis trouxe esse post com algumas dicas práticas de como decorar sua sala para dois ambientes, além de listar as vantagens de aproveitar bem os espaços e como uma decoração tem um papel fundamental nessa situação. Para mais dicas de decoração ou informações sobre o mercado imobiliário, não deixe de conferir os outros posts que temos no nosso blog!


Vantagens do aproveitamento dos espaços


O lar perfeito é onde todos os moradores se sentem confortáveis, seguros e conectados uns com os outros. Com isso, a ideia de dois ambientes em um mesmo espaço tem sido cada vez mais divulgada. Isso porque a ausência de paredes permite uma decoração de sala para dois ambientes, sendo, ao mesmo tempo, funcional e elegante. 


Quando integrada, geralmente a sala de dois ambientes concentra móveis de estar e de jantar. Com dois ambientes, existe a proximidade do mobiliário, o que torna a circulação mais fácil, assim como os diálogos. Os móveis modernos são mais compactos, com estruturas pensadas para um dia a dia que requer praticidade. 


Por conta da necessidade de praticidade, apartamentos e casas muito grandes já não são mais tão procurados, como antes. Atualmente, são casas e apartamentos mais compactos que mais priorizam as necessidades do consumidor atual, que costumam ter rotinas intensas e pouco tempo para se dedicar a arrumar a casa diariamente. Essa é uma das vantagens da decoração da sala para dois ambientes, pois sem paredes o cômodo parece ser muito maior e, assim, você consegue um espaço agradável.


Quadros, almofadas, livros, tapetes, entre outros são acessórios usados geralmente para complementar a decoração. O ideal é que a composição da decoração traduza simplicidade com elegância e bom gosto. Nesses espaços, cada detalhe faz a diferença, por isso, é fundamental ter utilidade e relevância conectadas. 


Dicas práticas para decoração de sala para dois ambientes


1. Divida o ambiente


O primeiro passo para ter uma casa ou apartamento integrados é dividir o ambiente, afinal, mesmo se tratando de ambientes abertos, é essencial que você delimite cada espaço garantindo, assim, funcionalidade, aconchego e conforto dentro de casa. Essa divisão pode ser feita pelo acessório decorativo da sua preferência, podendo ser móveis, jardins verticais, tapetes, biombos, poltronas ou até mesmo alternando o modelo de piso de cada ambiente.


Dessa forma, sua decoração tem uma continuidade, certo movimento, permitindo com que a conversa entre os cômodos surja naturalmente, tornando-a mais harmônica. Contudo, caso você não queira deixar os ambientes bem marcados, é possível optar por uma mudança na tonalidade dos móveis e paredes ou usando pequenos objetos decorativos que indiquem um novo ambiente.


2. Cuidado com as cores


Essa dica tem a ver com a anterior, pois, ao delimitar os cômodos pelas cores, é fundamental que você tenha em mente que, nos imóveis integrados, elas ganham outra dimensão. Escolhendo uma paleta que expressa bem sua personalidade, é possível alterar as tonalidades entre os ambientes sem perder a continuidade e movimentação que essa decoração pretende gerar. 


Nessa situação, não é preciso seguir sempre a mesma tonalidade, na verdade o ideal é optar por uma paleta específica e alternar as cores entre os ambientes de forma harmônica e complementar. Não esqueça que as cores são fundamentais para criar conforto no seu lar, permitindo, assim, que os ambientes conversem entre si, criando uma bela comunicação entre os cômodos. 


3. Se livre das paredes


Deu para perceber que o processo de integração consiste em eliminar elementos que dividem metodicamente os ambientes, como as paredes. Remover as paredes da sua casa pode se mostrar uma excelente alternativa para ganhar mais espaço, além de ajudar a deixar os ambientes mais sofisticados. Para isso, é essencial ter um profissional para acompanhar essas mudanças, assim, você evita problemas desnecessários, já que as paredes são muito usadas como apoio para dividir o peso da laje.


Nesse cenário, ao escolher a parede que deve sair, é indispensável que você analise atentamente o projeto da casa ou converse com o síndico do condomínio para confirmar se é possível sua quebra. Além disso, você deve contratar um engenheiro civil ou um arquiteto especializado para garantir que tudo seja feito com segurança, qualidade e ética.


4. Prefira móveis planejados


No caso de espaços comuns, é muito importante pensar e planejar a disposição dos móveis. Uma excelente ideia para conseguir o equilíbrio entre os ambientes e ainda conseguir otimizar o espaço é usar móveis planejados na decoração. Por eles serem feitos sob medida, ou seja, especificamente para o que você quer, eles garantem funcionalidade e personalidade, participando da decoração e trazendo conforto.


Em espaços menores, é mais comum utilizar móveis multifuncionais, potencializando a otimização do espaço. Nesses casos, usar bancadas retráteis, nichos que viram mesas e gavetas que ficam escondidas permite que se crie um ambiente diferenciado e aconchegante. E lembre-se: é fundamental ter a ajuda de profissionais qualificados para que o planejamento seja feito de acordo com suas preferências e as medidas do imóvel.


5. Procure manter o equilíbrio


A última, mas não menos importante, dica da nossa lista tem a ver com a palavra-chave de uma decoração integrada: equilíbrio. Sem ele, não é possível conquistar um ambiente convidativo e confortável para aproveitar seu lar. Por isso, é essencial manter um equilíbrio na sua decoração, especialmente no caso de casas integradas. 


Para tornar isso viável, é necessário analisar seus hábitos e preferências, visualizar como seria sua vida se sua casa ou apartamento tivesse salas integradas e procurar referências na internet para encontrar o estilo de decoração que mais combina com você, sua personalidade e seu estilo de vida.


Decorar espaços integrados não é tão difícil quanto parece, basta seguir esses passos e pesquisar por referências que possam te ajudar a explorar sua criatividade! 
 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

Ao enviar, aceito a Política de Privacidade