Centro do Rio de Janeiro: descubra o que a região tem a oferecer

Quem observa atentamente o Centro do Rio de Janeiro, consegue enxergar uma incrível descoberta pela cultura e nas transformações da cidade. A Nova Época Imóveis já falou aqui no blog sobre as vantagens de escolher morar nessa região da Cidade Maravilhosa, porém um só post não é suficiente para falarmos sobre as maravilhas que cercam o Centro do Rio e é por isso que trouxemos esse post.


Conhecida por ser uma mistura de passado e presente, assim como a Zona Portuária, o Centro foi revitalizado para os Jogos Olímpicos de 2016 e contempla diversas atrações para todos os públicos, de todas as idades. Construções históricas como o Mosteiro de São Bento, os Arcos da Lapa e o Chafariz do Caminho da Glória são algumas das atrações que você encontra no Centro da cidade. 


Se você está pensando em conhecer ou se mudar para o Centro do Rio, chegou ao lugar certo. Trouxemos aqui os pontos que você não pode deixar de conhecer no Centro da cidade! Para mais dicas ou informações sobre os diferentes bairros do Rio, não deixe de nos acompanhar aqui no blog e se você está procurando por um imóvel na cidade, confira os mais de 18 mil que temos disponíveis em várias regiões do município do Rio de Janeiro.


Zona Portuária do Rio


Sendo nossa primeira parada, a Zona Portuária do Rio guarda muitas riquezas de patrimônios tanto material quanto imaterial da cidade, sendo ainda palco para manifestações artísticas de todos os tipos. É nessa região que fica a conhecida Praça Mauá, um importante local que marca o início da também conhecida Avenida Rio Branco. 


No entorno da Praça Mauá se localiza o Boulevard Olímpico, um calçadão de 3,5 quilômetros, construído em 2016 especialmente para os Jogos Olímpicos.  Aqui pode ser um excelente ponto de partida para um passeio em família a pé ou de bicicleta pela Orla Conde.


Mural etnias


Aproveitando o passeio pela Orla Conde, você também pode conhecer o famoso “Mural Etnias”, do artista grafiteiro Eduardo Kobra. Com cerca de 3 mil metros quadrados, esse painel entrou para o Guinness World Records, o livro dos recordes, como o maior mural grafitado do mundo. A obra se tornou uma das maiores atrações durante os jogos olímpicos e permanece no local até hoje, sendo ponto obrigatório de parada para quem visita à região. 


Museu de Arte do Rio (MAR)


Esse é outro ponto importante de visitar no Centro do Rio. Formado por uma gigantesca cobertura de cimento que é uma ponte que interliga dois prédios de estilos arquitetônicos totalmente diferentes, sendo elas o Palacete Dom João VI, tombado e eclético, conhecido por abrigar as salas de exposição do MAR e o edifício vizinho, de estilo mais modernista, essa estrutura chama atenção de quem passa pela Praça Mauá.


Nos quatro andares do palacete é possível conhecer exposições temporárias e obras do acervo permanente do museu, como as aquarelas de Santiago Calatrava e esculturas de Aleijadinho. Além disso, no terraço do MAR se encontra o Restaurante Mauá, especializado na cultura brasileira e muito requisitado. Sua vista do Museu do Amanhã e do Morro da Conceição tornam a experiência ainda mais incrível.


Museu do Amanhã


Projetado pelo espanhol Santiago Calatrava, o Museu do Amanhã foi criado com o intuito de unir a arte e a tecnologia através de obras que vislumbram o futuro e encantam qualquer um. Com instalações interativas, o local é uma excelente opção para um passeio em família ou até mesmo entre amigos. 


Cais do Valongo


Ainda nesses arredores você encontra o Cais do Valongo, um sítio histórico que em 2017 conquistou o título de Patrimônio Mundial Cultural. Esse espaço foi o principal porto de entrada de escravos nas Américas entre 1811 e 1843. Descoberto no ano de 2011, durante as obras de revitalização da Zona Portuária, é considerado um dos mais importantes testemunhos da diáspora africana localizados fora da África. 


Saara


Já partindo no sentido da Central do Brasil, chegamos ao Centro Histórico do Rio de Janeiro. É lá que se encontra o famoso Saara, o maior shopping a céu-aberto da cidade. Formado por onze ruas adjacentes da Rua da Alfândega, o local reúne mais de 800 lojas, sendo a maioria voltada para o comércio popular. 


Originalmente ocupada por imigrantes de diferentes nacionalidades no final do século XIX, que montaram pequenos negócios para o sustento das famílias, a região é composta por uma arquitetura antiga preservada que compõe o polo, mantendo o lugar com a mesma aparência daquela época. 


Lapa


Localizada no que chamamos de coração financeiro e comercial da cidade, a Lapa é uma das regiões mais pulsantes do Rio. Isso porque de dia a grande atração são os famosos Arcos da Lapa, formado por 42 arcos duplos de alvenaria em estilo romano com 17,6 metros de altura e 270 metros de extensão, interligando Santa Teresa com o Centro, e de noite o bairro se transforma no centro mais boêmio do Rio, com vários bares e restaurantes de todos os tipos.


A Lapa é conhecida por abrigar lugares para diversos públicos, logo, quem curte rock pode experimentar o Circo Voador, já para quem prefere um sertanejo universitário e música pop temos o Lapa 40 Graus e para quem curte algo mais tranquilo e intimista o Bar Semente pode ser uma boa pedida. 


Além disso, é lá que você encontra o Rio Scenarium, descrito pelo jornal inglês The Guardian como um dos 10 melhores bares do mundo. Ele fica em um casarão do século XIX e é a mistura perfeita entre casa de show, bar e pavilhão de cultura.


A Nova Época Imóveis espera que você tenha gostado das nossas dicas do que fazer no Centro, afinal, em uma cidade tão majestosa quanto o Rio, algumas opções podem acabar se perdendo ou passando despercebidas. Para mais dicas do que fazer na Cidade Maravilhosa, sobre transações imobiliárias ou sobre esse mercado, não deixe de nos acompanhar aqui no blog e em nossas redes sociais!
 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

Ao enviar, aceito a Política de Privacidade