Carnaval no Rio: dicas do que fazer na Cidade Maravilhosa 

O mês de fevereiro chegou finalmente trazendo uma das festas mais esperadas do ano, tanto por brasileiros quanto por turistas: o carnaval. A maior festa popular do Brasil e a principal da Cidade Maravilhosa junta cariocas e turistas de vários cantos do mundo em um grande evento, regado a muitos confetes, serpentinas e festa. Mas, afinal, você já sabe o que fazer no carnaval do Rio de Janeiro?


Os desfiles das escolas de samba da primeira divisão só acontecem no domingo, dia 19, e na segunda, dia 20, mas os bloquinhos de rua já estão a todo vapor pelas ruas da cidade, comendo solto nos dois próximos fins de semana que antecedem a grande festa. Para te ajudar a escolher o que fazer, a Nova Época Imóveis trouxe algumas opções, além de dicas essenciais de segurança para quem está pesando em pular carnaval nas ruas do Rio. E para mais conteúdos como esse, não deixe de visitar nosso blog!


Como é o carnaval do Rio hoje?


Até a virada do milênio, o carnaval era conhecido como uma das épocas mais tranquilas para se visitar o Rio. As ruas ficavam mais vazias e o carnaval acontecia somente nos clubes e no famoso Sambódromo da Marquês de Sapucaí. 


Nos últimos anos, o carnaval de rua do Rio de Janeiro explodiu e, atualmente, já atrai mais público que o próprio Sambódromo. Quem passa o carnaval no Rio, incluindo os dois fins de semana antes e depois do feriado, é sempre afetado pela festa. Por isso, só fica na Cidade Maravilhosa quem deseja se envolver com essa festa. 


Quais atrações turísticas funcionam no carnaval no Rio?


Para quem pensa em passar o carnaval na Cidade Maravilhosa, as atrações não-culturais, como o Cristo Redentor, o AquaRio, Jardim Botânico, Roda Gigante Rio Star e o Pão de Açúcar, funcionam normalmente durante o feriado. Já museus e espaços culturais estarão certamente fechados na segunda, na terça e na quarta, podendo abrir no sábado e no domingo, mas sem nenhuma certeza. A melhor dica é sempre conferir o funcionamento. 


As praias também são uma boa ideia de programa para os dias de folia, porém, fique atento aos deslocamentos pela cidade, pois eles podem ficar prejudicados por conta do carnaval de rua. Além disso, algumas ruas são interditadas para os desfiles, o que pode atrapalhar levemente o trânsito. Nos dias de grandes blocos na Zona Sul, o metrô também costuma ficar caótico, por isso tome cuidado. 


Como posso assistir ao desfile no Sambódromo?


A melhor maneira de garantir seu lugar em um desfile no Sambódromo é comprando ingressos com agências de viagem, algumas até vendem pela internet, facilitando muito sua compra. O setor 9, conhecido como setor turístico, é o único da arquibancada que possui lugares marcados. Seu preço oficial é de R$ 300 e todas as agências costumam vender com sobrepreço. 


Além da arquibancada, outra opção para assistir ao espetáculo são os camarotes, organizados por agências de eventos e vendidos por agências de turismo e também diretamente na internet. Os camarotes costumam custar até R$ 3 mil por noite, por pessoa. 


Como posso desfilar em uma escola de samba?


Alguns anos atrás, para desfilar com uma escola de samba era preciso frequentar os ensaios ou ter conhecidos em alguma ala para conseguir comprar uma fantasia. Atualmente, esse processo é bem mais organizado. As escolas designam quais alas vão ser comerciais, ou seja, quais alas vão ter suas fantasias vendidas para pessoas “de fora”. 


Além disso, também já é possível escolher sua fantasia pela internet, comprar e buscá-la sem mesmo precisar ir à quadra da escola de samba. Não é uma situação ideal ou que muitas pessoas preferem, pois ir à quadra da escola é um ótimo programa, mas pode ser feito caso você seja de fora do Rio e chegue direto para o carnaval. 


Como chegar no Sambódromo?


Você pode chegar facilmente no Sambódromo pegando o metrô, como muitos fazem. Caso a sua preocupação seja estar fantasiado, não precisa se preocupar, pois você não será o único! Para aqueles que compraram ingresso no setor par, a estação que devem saltar é na Praça Onze, e para quem comprou ingresso no setor ímpar, o ideal é saltar na estação Central.


Já no caso de quem vai desfilar, é importante se informar com a sua ala sobre o local de concentração e a estação mais próxima a ele. Para quem decidir ir de metrô pode ficar tranquilo, pois ele funciona 24 horas nos dias dos desfiles. 


Como posso desfilar na rua?


É quase impossível, durante os quatro dias de folia do carnaval do Rio, você não topar com algum bloco ao sair pelas ruas na Zona Sul, por exemplo. Para os interessados, você pode encontrar facilmente a programação dos principais blocos nos jornais e portais. No entanto, os blocos mais legais são os discretos, que não divulgam lugar nem hora para sair e você só pode descobrir se tiver os contatos certos. 


Já os grandes blocos, conhecidos como mega blocos, que reúnem milhares de pessoas, são acompanhados de muito aperto e menos folia, o que pode ser menos interessante para quem quer aproveitar a festa. Além disso, esses blocos vêm com riscos de segurança maiores, por isso, se você quer evitar confusão e curtir com tranquilidade, evite os mega blocos. 


Dicas de segurança para passar o carnaval no Rio


Um acessório imprescindível para a sua fantasia nesse carnaval é, sem dúvidas, a doleira. Não importa como você escolhe se vestir, a doleira é um acessório que não pode faltar. É nela que você deve carregar seus documentos, chave, dinheiro e celular. Lembre-se, carnaval é sinônimo de aglomerado e nada deve estar no seu bolo nessa situação!


Além disso, procure evitar sair com cartões e, se possível, evite tirar o celular da doleira. Quanto menos visado você estiver para outras pessoas, melhor. Não deixe de tomar todos os cuidados que puder, afinal, o carnaval é um momento de festa e alegria. 


Como posso curtir o pré-carnaval?


Conforme comentamos mais acima, os dois finais de semana que antecedem o carnaval oficial as ruas do Rio de Janeiro já são tomadas por blocos. Esse é um carnaval com menos muvuca e, para quem mora fora da cidade, até mais barato, pois os hotéis ainda não estão praticando as tarifas cheias, por isso, pode ser um bom momento para curtir a folia. 


As dicas para o carnaval oficial de rua também valem para o pré-carnaval: procure dar preferência para os blocos menores e mais alternativos, evitando os mega blocos que costumam atrair multidões e confusão. O fim de semana pós-carnaval também costuma ser animado, porém, a hospedagem costuma ter a mesma alta que durante o carnaval. 


Gostou das nossas dicas? A Nova Época Imóveis espera te ajudar a tornar seu carnaval mais tranquilo e proveitoso com elas! E não se esqueça, para mais conteúdos como esse visite nosso blog! 
 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

Ao enviar, aceito a Política de Privacidade