5 dicas para revisar o orçamento doméstico com facilidade

Se fazer com que o dinheiro dure até o fim do mês já é difícil, imagina destinar uma parte para que você consiga realizar seus sonhos! Porém, desde que você tenha organização e disciplina, é uma tarefa possível, sim! Separamos cinco dicas fáceis que vão te ajudar a revisar seu orçamento doméstico com tranquilidade.

  • Saiba qual é seu custo de vida

Antes de tudo, é importante entender qual é o seu custo de vida! Liste todos os custos fixos como aluguel, luz, água, dentre outros. Sejam aqueles que possuem o mesmo valor ou aqueles que possuem variação. Identifique o valor médio dessas contas. Esse será seu custo de vida.

  • Negocie tarifas e gastos com pacotes de TV ou planos de celulares

Uma boa forma de revisar seu orçamento doméstico é avaliar o que você realmente usufrui. Será que você tem tempo para ver todos os canais oferecidos em seu plano de tv a cabo? Se não, uma boa oportunidade de cortar um gasto a mais é escolher um pacote mais enxuto. E seu pacote de internet móvel? Está adequado ao seu consumo? Se você está gastando mais do que o seu plano oferece, uma boa forma de economizar é contratar um plano maior, que evitará que você gaste com contratações extras que saem mais caras.

  • Revise preços de seguros e tarifas do banco

Tarifas bancárias são coisas que estão sempre ali em sua conta e que a maioria esquece da sua existência. Mas você já fez o cálculo do que esse simples débito na sua conta vale no fim do ano? Pesquise em outras seguradoras e bancos e busque melhores condições. Hoje existem muitas opções!

  • Reduza os juros das dívidas

Tente migrar os débitos para empréstimos que tenham melhores taxas de juros. Uma dica é evitar o cheque especial, cujas taxas costumam ser as maiores do mercado. Alguns bancos possibilitam fazer essa mudança on-line, pelo internet banking, de acordo com algumas regras.

  • Mude seus hábitos 

Se você identificou que o seu custo de vida está mais alto do que deveria. Você precisa ver onde é possível economizar, principalmente nas áreas em que você está gastando muito, como: pedir menos transporte particular e evitar comprar muitos lanches na rua. Não existe regra! As medidas dependerão do que é viável no seu caso.