Assoalho, ladrilho ou piso: entenda a diferença dessas opções

A Nova Época Imóveis já falou aqui no blogsobre a importância da emocionante jornada para encontrar o lar perfeito, que está repleta de escolhas importantes. Quando você começa a explorar o mundo imobiliário, é inevitável se deparar com certos termos, como assoalho, ladrilho e piso. Apesar dessas palavras se encontrarem no vocabulário cotidiano do setor de imóveis, nem todos conseguem entender as distinções cruciais entre elas.


No entanto, é essencial compreender as diferenças entre esses tipos de revestimentos para ser possível tomar a melhor decisão, sendo ela informada, e encontrar o espaço que de fato reflita seu estilo e suas necessidades. Cada uma dessas opções possui particularidades diferentes e podem moldar a atmosfera de um lar. Por isso, conhecer cada uma delas e seus diferentes efeitos vão fazer toda a diferença na hora de escolher o lar ideal para você.


Quer entender melhor do assunto e conhecer de fato todas as diferenças entre assoalho, ladrilho e piso? Então continue por aqui, pois a Nova Época preparou esse post com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, assim, a escolha fica mais fácil para você e suas necessidades! E não deixe de conferir as mais de 18 mil opções de imóveis que temos disponíveis em todo o Rio no nosso site!


Afinal, qual a diferença entre assoalho, ladrilho e piso?


Antes de mais nada, é imprescindível compreender as diferenças entre assoalhos, pisos e ladrilhos. Uma das principais diferenças é o modo de instalação de cada um. Apesar de todos serem revestimentos usados para dar acabamento no chão de um cômodo ou qualquer tipo de espaço, seja ele interno ou externo, eles ainda possuem suas particularidades.


Por exemplo, o piso pronto costuma ser fixado com cola, ao passo que a instalação de assoalhos é feita com cola, pregos ou parafusos. Já no caso dos ladrilhos, eles podem ser usados tanto no chão quanto nas paredes. Qualquer um desses revestimentos para casa é a camada mais superficial do chão, ou seja, aquela que efetivamente interage, física e visualmente, com todo o mobiliário e com as pessoas que circulam pelo ambiente.


Quais os tipos de assoalhos no mercado?


Madeira


Sendo um dos materiais mais usados em decks e próximo a piscinas, o piso de madeira é um exemplo de tipo de assoalho do mercado. Sua maior característica é dar um tom mais rústico a qualquer ambiente. Os fabricados com madeira maciça são considerados os mais caros e nobres, logo, sua durabilidade é maior, tornando esta uma das melhores opções de revestimentos para quem quer uma decoração colonial ou clássica.


O assoalho de madeira é uma ótima opção para salas de jantar e de estar, além de dormitórios, pois ajuda a trazer conforto acústico e térmico. Um dos principais tipos de assoalho de madeira é o Taboão, que se caracteriza por sua alta durabilidade e conforto térmico. Sua vida útil chega a 30 anos, além de exigir um contrapiso rebaixado, impermeabilização e proteção à base de água ou solvente. Esse tipo de piso ainda pode vir em formato de parquet ou taco, inclusive muitas pessoas já combinam madeira maciça e reaproveitada. 


Laminado


Já esse tipo de assoalho é exclusivo para áreas internas por conta da possibilidade de danificação quando em contato com o sol e a água, além de ele ficar bem escorregadio quando há exposição a essas intemperes. Mesmo assim, ainda é uma das opções de revestimento mais procuradas, pois sua aparência que imita madeira chama muita atenção. Além disso, a instalação desse tipo de assoalho é bem rápida e simples, com isso, muitas pessoas podem fazer sem o auxílio de profissionais.


A resistência a riscos e manchas, limpeza facilitada e seu custo-benefício são mais algumas vantagens de escolher esse tipo de assoalho. Ele costuma ser produzido com madeira de reflorestamento. Caso o piso atual do imóvel seja plano, é possível instalar o laminado por cima dele, o que traz ainda mais agilidade e economia para esse serviço. Suas caraterísticas o tornam bom para quartos e salas.


Vinílico


Parecido com o laminado por também imitar muito a madeira. O assoalho vinílico é conhecido por ter maior durabilidade e resistência. Ele não mancha, além de não reter poeira e pode ser usado em áreas úmidas, como banheiros ou cozinhas. No entanto, é importante destacarmos aqui que o contato constante com a água pode comprometer o desempenho da cola desse assoalho. Além disso, objetos pontiagudos podem cortar a manta e causar outros danos. 


Mesmo assim, ele vem se tornando um dos principais revestimentos para casa por conta da sua praticidade, além de ser ecologicamente correto, pois é produzido a partir de matéria-prima reciclável.


Tipos de piso


Piso de cerâmica


Agora falando em tipos de piso, o piso de cerâmica oferece muitos modelos com cores e texturas diferentes, até mesmo imitando pedras e madeira. Essa é a opção ideal para as áreas externas mais secas, pois não é antiderrapante o suficiente para um local muito molhado, como a piscina, por exemplo. No entanto, sua durabilidade é alta e a instalação e manutenção são simples.


Além disso, a limpeza desse piso é prática, só necessita de água e detergente. Por conta dessas características, seu custo costuma ser menor do que o do porcelanato.


Pedras naturais


Vários tipos de pedras naturais podem ser usadas como pisos para áreas externas, sendo uma das mais comuns e de melhor custo-benefício a Pedra São Tomé. Versátil, muito bonita e com alta durabilidade, ela absorve bem a água, tornando o piso menos escorregadio. Apesar de não ser propriamente antiderrapante, sua aspereza é suficiente para ser usada em ambientes que costumam ficar muito úmidos. 


Outros tipos de pedras naturais que vão bem em áreas externas e internas são:

 

  • Seixos;
  • Mármore;
  • Granito;
  • Pedra madeira;
  • Ardósia;
  • Miracema;
  • Calcário;
  • Travertino.


Piso emborrachado


O piso emborrachado é um dos revestimentos para casa mais indicados para áreas como playgrounds e academias de casa, por exemplo. Isso porque é considerado um piso seguro, antiderrapante que ameniza quedas, sendo ideal para lugares com idosos e crianças. Certos modelos de piso emborrachado são exclusivos para áreas externas, sendo colocados sobre o contrapiso.


Por conta disso, é preciso se informar antes de realizar qualquer compra. Além disso, esse material também não é muito indicado para lugares com água, pois seu excesso pode levar ao descolamento das placas. 


Piso de concreto


Esse tipo de piso é conhecido por ser moldável, resistente e barato, sendo considerado uma ótima opção para quintais e entradas de garagens. No entanto, o piso de concreto é uma das opções de revestimento mais contra indicadas para ambientes internos. 


Porcelanato


Esse estilo de piso está caindo cada vez mais nos gostos de quem quer um ambiente bonito e elegante em casa. Isso porque o porcelanato basicamente é um tipo de revestimento cerâmico, no entanto, com alta durabilidade que exige pouca manutenção. Além disso, tem uma grande variedade de tamanhos, texturas, preços e cores no mercado.


Por outro lado, esse material é mais caro e propenso a lascas e rachaduras, por isso, é importante que você avalie onde quer colocá-lo e se vale à pena essa opção na sua situação.


Cimento queimado


Conhecido por ser uma boa opção para casas por ser muito prático e resistente, o piso de cimento queimado é conhecido por combinar com a decoração industrial, mas também caindo bem com o urbano, o moderno e o rústico. Uma das principais vantagens desse tipo de piso é o preço mais baixo se comparado a outras opções de revestimentos, podendo ser colocado nos mais variados ambientes, como banheiros, cozinha, sala, quartos, entre outros.


Tipos de ladrilho


Os principais tipos de ladrilhos são de cerâmica, de pedra natural e de tijoleira em barro cozido. Todos esses tipos podem ser usados no chão ou nas paredes, em escadas e outras superfícies. Porém, existem diferentes estilos e aplicações para os diferentes tipos. Primeiro, vamos entender o que é um ladrilho: é uma placa de cerâmica, pedra, argila, mármore, porcelana, metal, entre outros, que pode ser usada como revestimento. A única diferença entre cada uma é a possibilidade de ser usada em paredes e outros lugares.


O principal exemplo de ladrilho é o hidráulico, por ser resistente e versátil, ajudando a combiná-lo bem com outros tipos de revestimentos para casa e outras cores. No entanto, sua instalação é difícil e exige mão de obra especializada. Esse tipo de ladrilho pode ser usado em áreas externas e internas, uma ótima opção é usar nas varandas com churrasqueiras, pois ajuda a dar um charme.


A Nova Época Imóveis espera que você tenha conseguido compreender a diferença entre assoalho, ladrilho e piso, afinal, não é tudo a mesma coisa. Para mais dicas de decoração, compra e venda de imóveis e sobre o mercado imobiliário, não deixe de nos acompanhar aqui no blog e nas nossas redes sociais
 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

Ao enviar, aceito a Política de Privacidade