Aluguel por Airbnb x Aluguel tradicional: descubra qual o mais rentável

Alugar um imóvel é uma ótima ideia para conseguir uma renda extra, mas antes de decidir como você vai alugar sua casa ou apartamento, é fundamental conhecer as diversas opções que o mercado traz para isso. Para imóveis residenciais, existem duas principais formas de fazer o aluguel: da maneira tradicional, alugando por mês sempre para a mesma pessoa, ou no modelo da plataforma Airbnb, que aluga por temporada para viajantes. 


O aluguel por temporada, principalmente através do Airbnb, tem chamado bastante a atenção de proprietários de imóveis e de quem deseja ter uma renda extra. Pelo mundo todo tem se falado cada vez mais sobre essa forma de hospedagem e os benefícios que ela traz tanto para o hóspede quanto para o anfitrião. A grande diferença entre esses dois modelos de aluguel está no relacionamento com o inquilino. 


Além disso, no aluguel mensal sempre haverá uma pessoa fixa alugando seu imóvel, que pagará por mês e arcará com as principais contas da casa, como condomínio, água, luz, IPTU, internet, entre outros. Já no caso do aluguel do Airbnb, você terá diversos viajantes diferentes, ficando no espaço por apenas alguns dias e pagando valores por diária. Com isso você arcará com despesas mensais, no entanto, o valor bruto que você recebe nessa opção é mais alto. 


Para te ajudar a entender quais fatores devem ser analisados para entender se o Airbnb vale mais a pena que o aluguel mensal ou vice-versa, a Nova Época Imóveis trouxe esse post com tudo o que deve ser levado em consideração antes de decidir como você vai alugar seu imóvel. Para mais dicas e informações sobre o mercado imobiliário e o processo de compra, venda e locação de um imóvel, não deixe de conferir os outros posts que temos no blog!


Principais características do aluguel mensal


Para avaliar qual tipo de aluguel vale mais a pena, é importante entendermos as principais características de cada opção do mercado. A principal característica do aluguel mensal é a previsibilidade, já que, depois de encontrar um inquilino, você sempre terá uma pessoa pagando as contas do imóvel e receberá um aluguel mensal fixo. No entanto, é importante ressaltarmos que, até que você se encontre com o inquilino, o imóvel terá renda zero e despesas mensais que deverão ser pagas por você, como IPTU e condomínio. 


Uma desvantagem é que a deterioração do imóvel durante o período de aluguel pode ser grande e o proprietário acaba perdendo o controle sobre o bem, não podendo visitá-lo sem a autorização do inquilino. Outro problema aqui é controlar a inadimplência, pois muitos inquilinos podem deixar de pagar o aluguel e as contas do imóvel, o que pode causar um prejuízo total para o proprietário. A única solução aqui nessa situação é o processo de despejo, ação judicial que visa terminar o contrato de aluguel e remover o inquilino inadimplente da propriedade. 


Com isso, podemos dizer que o aluguel mensal gera previsibilidade em prejuízo da flexibilidade. Dessa maneira, o imóvel ficará amarrado a um contrato de longo prazo e você não terá como aproveitar essa casa ou apartamento durante esse período. É importante enfatizar, ainda, que é mais difícil vender uma propriedade com um contrato de aluguel em vigência. 


Principais características do aluguel por Airbnb


Já no caso do aluguel por temporada através da plataforma Airbnb, a principal característica dessa opção é a flexibilidade, pois o proprietário mantém total controle sobre o local, podendo inspecioná-lo sempre que sentir a necessidade. Outra vantagem dessa opção de aluguel é que você pode usar o imóvel para uso próprio e até mesmo vendê-lo sem grandes problemas entre uma reserva e outra. 


Além disso, a lucratividade desse modelo pode ser muito alta, no entanto, não vem fácil. Por conta de as despesas do imóvel serem pagas pelo proprietário nesse modelo de aluguel, é necessário gerar um nível alto de renda para conseguir atingir uma lucratividade boa. Em contrapartida, o Airbnb também significa trabalho, pois você deverá receber e atender bem os hóspedes durante todo o período da locação. 


Ao final de cada estadia, você também deverá fazer a limpeza do imóvel e uma vistora para checar possíveis danos, ou seja, será necessário gastar um tempo para fazer os aluguéis. Com essa modalidade de aluguel, o imóvel tende a ficar mais bem conservado do que no aluguel mensal, já que os hóspedes, de modo geral, são viajantes e não costumam usar intensamente o imóvel, já que passam grande parte do dia fora. 


A limpeza e vistoria entre a entrada e a saída de cada hóspede também ajuda a impedir que a deterioração avance rapidamente. Com isso, podemos concluir que o aluguel por temporada dá mais trabalho, no entanto, permite que você mantenha a flexibilidade e o controle total sobre o imóvel, além de oferecer um bom potencial para alta lucratividade.


Qual modalidade de aluguel vale mais a pena?


Agora que entendemos as principais características de cada modalidade de aluguel, chegou a hora de avaliar o que vale mais a pena. 

 

  • Renda – no caso do Airbnb ela pode ser variável, podendo chegar a ser até três vezes mais do que a de um aluguel mensal. Já no caso da renda do aluguel mensal, ela é mais previsível e vai depender pouco do trabalho do proprietário, diferente do aluguel por temporada.
  • Despesas – no caso do aluguel por Airbnb, elas deverão ser pagas pelo proprietário e no aluguel mensal elas são pagas pelo inquilino. 
  • Segurança jurídica – quem decide alugar com o Airbnb por temporada terá controle total sobre o imóvel, podendo vender, inspecionar, usá-lo, entre outros. O aluguel mensal possui o contrato de locação anual, que não permite vender o bem sem apresentar a proposta para o inquilino e nem realizar despejo sem causa.
  • Conservação – a locação por Airbnb permite limpezas e reparos constantes, o que ajuda a conservar o bem, enquanto a locação mensal vai depender dos cuidados do inquilino e o imóvel costuma ser devolvido com uma significativa deterioração. 
  • Controle – através do Airbnb você terá controle total, pois o proprietário é o possuidor do imóvel, que fica apenas alguns dias com os hóspedes. No caso do aluguel mensal, o controle é pequeno, pois o inquilino é o possuidor do imóvel e o proprietário só pode controlar o adimplemento.


Por último, mas não menos importante, procure levar em consideração qual é o impacto desses aluguéis no seu Imposto de Renda. Tome cuidado, pois muitos proprietários acreditam, erroneamente, que o aluguel de temporada não é tributado, o que não é necessariamente verdade. 


Com essas informações, a Nova Época Imóveis espera que você tenha entendido o que deve ser levado em consideração na hora de avaliar qual modalidade de aluguel melhor se encaixa nas suas necessidades. 


Em caso de dúvidas, não deixe de entrar em contato com um dos nossos corretores! E não se esqueça que a Nova Época tem uma parceria com a administradora Renascença, por isso, se você está pensando em colocar seu imóvel para alugar ou procurando um imóvel para alugar, nós podemos te recomendar um profissional de confiança! 
 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

Ao enviar, aceito a Política de Privacidade