Dicas para acertar em cheio na escolha do seu primeiro imóvel

Ter a casa ou apartamento próprios é o sonho de grande parte dos brasileiros, assim como sair do aluguel e não precisar mais pagá-lo todo mês. Porém, a compra de um imóvel, principalmente se for o primeiro, envolve muita responsabilidade, pesquisa e organização. Isso porque, além de ser um dos maiores investimentos que você vai fazer na vida, trata-se de um plano em longo prazo que precisa de planejamento financeiro.


Na hora da escolha do primeiro imóvel é necessário, também, escolher um lugar que caiba nos seus sonhos futuros, afinal, como dissemos, é um investimento de longo prazo e a ideia é que você e sua família possam viver nele por muito tempo. Por isso é essencial ter um planejamento antes de fazer qualquer escolha, assim, você pode colocar no papel seus planos e escolher um lugar onde eles caibam.


Por se tratar de um grande e importante investimento, há uma série de cuidados que você deve tomar para garantir a sua satisfação com a compra. Para te ajudar a se organizar para a compra do seu primeiro imóvel e acertar em cheio na sua escolha, a Nova Época Imóveis trouxe esse post com dicas essenciais. Caso você esteja procurando por um imóvel, não deixe de conferir nosso site, temos mais de 15 mil imóveis disponíveis em todo o Rio, e entre em contato com um dos nossos corretores, eles estão disponíveis para te ajudar durante todo o processo!


1. Tenha bom planejamento financeiro


A primeira dica da nossa lista é, também, o primeiro passo que deve ser tomado no processo da compra do seu primeiro imóvel: é essencial que você tenha um planejamento financeiro. Para isso, primeiro você precisa organizar seus ganhos e gastos em uma planilha, calculando quanto sobra cada mês. Dessa forma, ficará mais fácil determinar quanto será possível investir na sua futura propriedade. 


Isso feito, o próximo passo é tentar visualizar nesse orçamento quanto você ganha mensalmente e o que pode ser cortado, para garantir uma parcela maior. Uma boa dica é reduzir o número de vezes que você come fora de casa, reduzir o valor de planos de serviços que você já não usa com tanta frequência e, principalmente, controlar suas finanças. Cortando gastos e controlando o uso do seu dinheiro, é viável economizar mensalmente. Além disso, outra dica é que você avalie a possibilidade de utilizar alguma aplicação financeira para fazer o valor render enquanto você espera o imóvel ideal aparecer. 


2. Faça uma pesquisa minuciosa


Além de se planejar financeiramente, também é essencial que você realize várias pesquisas para analisar a realidade atual do mercado imobiliário, visite alguns lugares para compará-los e conheça diversas condições de compra e pagamento. Dessa forma você não toma nenhuma decisão impulsiva, afinal, paciência é fundamental para que essa compra não traga dificuldades e estresse desnecessários. 


Pedir indicações para familiares e amigos que já passaram por isso é uma boa dica para começar suas pesquisas. Eles recomendarão empresas ou corretores que prestam um bom atendimento. Visitar os imóveis sem pressa também é importante para que você possa observar todos os detalhes e aspectos para comparação. Não deixe de ficar atento às negociações do valor, pois, dependendo das características do imóvel e da corretora, é possível conseguir bons descontos. Não se esqueça, também, de considerar os gastos extras com a aquisição, afinal, há uma série de custos que devem entrar na conta. 


3. Avalie a situação do imóvel


Para ser assertivo na escolha do seu primeiro imóvel, alguns detalhes merecem atenção. Em termos de estrutura, por exemplo, é importante que você verifique as instalações tubulares de água ao abrir as torneiras e ver se a água sai limpa. Não deixe de checar, -também, a situação das tomadas e da rede elétrica da casa. 


Se o imóvel não for novo, tenha mais cuidado ainda e procure por dificuldades como falhas estruturais, problemas na rede elétrica ou hidráulica, mofo, infiltrações, infestações de cupim e entupimentos. Além disso, é importante que você conheça as condições do bairro e da vizinhança. Ao se interessar por um lugar, procure visitá-lo mais de uma vez e em diferentes horários do dia, assim, você terá mais informações sobre segurança, movimento das ruas e barulho dos vizinhos.


4. Escolha um imóvel com tamanho que atenda à demanda dos moradores


Esse é um fator fundamental para quem está comprando o primeiro imóvel. Como dissemos um pouco acima, esse é um investimento a longo prazo, por isso, você precisa pensar não só nas suas necessidades atuais, mas também nas que podem vir no futuro. Independente se você está se mudando sozinho ou em casal, se você pensa em ter filhos em alguns anos, precisará de um lugar que possa acomodá-los. 


Por isso, a metragem do imóvel e o número de quartos são aspectos importantes na sua lista de créditos. É fundamental considerar as necessidades da sua família, por exemplo, se alguém trabalha de casa, é necessário ter um escritório confortável. Para quem tem crianças pequenas, ter um espaço livre no prédio ou no apartamento é uma questão importante. Ou seja, é preciso pensar em longo prazo e levar em consideração as necessidades de todos. 


5. Procure um bairro com bom custo-benefício


Além das características do imóvel, outro ponto muito importante de analisar na hora de escolher seu primeiro imóvel é a localização. Para encontrar o melhor custo-benefício, é importante ter clareza das suas necessidades, por exemplo, se alguém da sua família usa o transporte público no dia a dia, é indispensável que o imóvel esteja localizado em um bairro com acesso a essas opções. Caso você precise do suporte de algum familiar, procurar por bairros próximos a ele é a melhor opção, assim, você economiza tempo e facilita a rotina de todos os envolvidos. 


Da mesma forma, escolher um lugar perto do trabalho aumenta sua qualidade de vida ao diminuir o tempo perdido no trânsito. A valorização do bairro é outra característica importante para se levar em consideração nesse processo, pois estar em uma boa localização garante que o imóvel se valorize com o tempo e possibilita que você consiga vendê-lo mais rápido, caso necessário. Morar próximo a farmácias, mercados, bancos e opções de lazer também é bom para sua qualidade de vida, por isso, fique atento.


Comprar o primeiro imóvel é um grande passo digno de orgulho, mas também precisa ser feito com cautela e atenção. Ficou com alguma dúvida? Fale com um dos nossos associados, eles estão aqui para te ajudar durante todo o processo, assim, você não precisa passar por tudo isso sozinho. 
 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho