Cuidados que você deve tomar para montar o quarto do bebê com conforto e segurança

O quarto de bebê ideal deve ser tranquilo, com cores neutras, livre de ruídos e de excesso de enfeites, afinal, o primordial nesses casos é a segurança e o conforto da criança. Para evitar acidentes, é sempre essencial garantir que a escolha da decoração traga segurança e seja aconchegante para o bebê, que passa boa parte do tempo nesse local. 


É muito importante que o ambiente seja tranquilo, principalmente nos primeiros meses, livre também de aberturas repentinas de portas e janelas e do excesso de enfeites, que pode gerar confusão visual e acúmulo de pó, sendo até prejudicial para a saúde da criança. Lembre-se: o bebê é totalmente indefeso e não tem noção do perigo, por isso o ambiente precisa sempre garantir segurança, para que mãe e bebê não sofram com estresses. 


Montar o quarto do bebê vai exigir paciência e atenção aos detalhes, afinal, não queremos colocar a criança em perigo de forma alguma, o que, na hora da decoração, exigirá atenção redobrada a tudo. A chegada de um bebê muda a rotina e a dinâmica da casa, pois a atenção passa a ser voltada para ele. Por isso, um quarto de bebê confortável e seguro pode ajudar os pais a atenderem bem o bebê a qualquer hora. 


Para ajudar os papais de primeira viagem a decorar um quarto de bebê de forma que ele seja seguro e confortável para a criança e para os pais, a Nova Época Imóveis elaborou esse post com algumas dicas de ouro para você preparar tudo para a chegada do novo membro da família. Para mais dicas de decoração, não deixe de conferir nosso blog!


1. Procure usar materiais e superfícies de fácil limpeza


Assim como o excesso de enfeites, que podem acumular muita poeira, alguns itens de decoração também podem. Por isso, tente evitar carpetes e cortinas, que também acumulam bastante poeira e podem acabar causando alergias respiratórias no seu bebê. Quando for comprar a mobília para o quarto do seu bebê, procure optar por materiais mais suaves e de fácil limpeza. 


Persianas, por exemplo, são mais práticas de limpar e acumulam menos sujeira, por isso, são uma ótima opção para decorar, proteger e decorar a janela do quartinho. Já para o piso, os mais indicados para esse cômodo são os de cerâmica, vinil, porcelanato ou madeira. Além de serem mais fáceis de limpar, também garantem conforto para os pais e os filhos. 


É importante que você procure optar por móveis com superfícies lisas e não porosas, aqueles que uma simples passada de pano resolve o problema e deixa tudo limpinho. O mdf com acabamento melamínico ou pintura em laca são bons exemplos desses tipos de móveis. 


2. Tenha cuidado na hora da escolha do berço


Para garantir a segurança do bebê, o berço é outro item que merece atenção, afinal, ele passará muito tempo nele. Por isso, antes mesmo de comprar o berço, é importante que você veja se ele está de acordo com as normas do Inmetro. Quando ele chegar, é muito importante que você verifique se ele está bem montado, se não há parafusos soltos ou qualquer superfície que possa machucar o recém-nascido. Verifique, também, se as grades estão firmes e sem aberturas para evitar que o bebê caia.


Se o berço que você escolheu tem rodinhas, é imprescindível que você as mantenha travadas o tempo inteiro e qualquer tipo de revestimento plástico deve ser evitado, pois pode provocar sufocamentos. Também é indispensável ter um colchão bem liso e firme que cubra todo o espaço. Outra dica é que você procure sempre posicionar o berço distante de luminárias, janelas, fios, enfeites de paredes ou móveis que possam ser usados como apoio para pular.


Outra boa dica é tentar comprar um berço 3 em 1 ou combo, uma ótima opção especialmente para ambientes menores. Dessa forma, berço, trocador e gavetas ficam em um mesmo aparato, que pode ser um móvel com rodinhas ou fixo. Isso pode facilitar e muito a vida dos pais porque você tem como guardar fraldas, toalhas, roupinhas, panos e o que mais seu bebê precisar. 

Atenção redobrada na escolha do berço é indispensável
para garantir a segurança do bebê.


3. Tenha cuidado com móbiles e brinquedos


Outra dica para garantir a segurança do bebê à noite é deixando os brinquedos e móbiles longe do alcance dos pequenos. É preciso ter muita atenção a esse detalhe, principalmente nos primeiros meses, pois a criança pode acabar se sufocando ou se machucando. O ideal é que o móbile fique bem fixado e, de acordo com o crescimento da criança, tire o móbile do berço para que ela não o puxe.


Já os brinquedos, procure mantê-los em um cantinho próprio para serem bem guardados e, conforme a criança for crescendo, ensine onde e porquê eles ficam guardados. É ideal que o berço sempre fique livre para que tanto os pais quanto o bebê possam ter noites de sono mais tranquilas. 


4. Use cores claras no ambiente


É possível sair das cores tradicionais de bebê, o rosa e o azul. Porém, é recomendado que você preze pelas cores mais claras, afinal, as cores têm mais poder sob as emoções do que imaginamos e o efeito de tons escuros ou até mesmo vibrantes pode afetar a rotina do bebê. Essa escolha também deve ser baseada em criar um clima mais aconchegante e calmo no quarto. Você pode, por exemplo, usar cores mais vibrantes e levemente escuras em detalhes do quarto, assim, elas dão destaque ao ambiente sem serem predominantes.


Você pode, ainda, usar um papel de parede para o quarto do bebê. Ele é muito simples e prático de instalar, sendo possível fazer você mesmo ou chamando uma equipe especializada. Se você optar por usar papel de parede, procure optar por aqueles com temas infantis, figuras geométricas ou outros elementos do tipo, sempre dosando bem o ambiente. Cuidado para não exagerar nas estampas e causar poluição visual carregando o ambiente, efeito oposto do procurado. 

Procure usar cores claras no quartinho do bebê para
tornar o ambiente ainda mais aconchegante e calmo.

5. Use iluminação difusa para o quarto


A iluminação é parte essencial no quarto de um recém-nascido e uma das nossas principais dicas. Afinal, é a partir dela que seu pequeno vai ficar acordado ou relaxado, capaz de dormir tranquilamente e se desenvolver. Para esses ambientes, você pode usar a iluminação natural, porém, sempre com uma cortina ou persiana na janela, assim, é possível controlar a incidência de luz que entra no quarto.


Outra opção que deve se dar preferência quando o assunto é o quarto de um bebê é o uso de luzes difusas no ambiente. Elas costumam se espalhar mais no ambiente pelo ambiente e não incidem diretamente na criança. Uma luz direta na criança pode deixá-la desperta demais, causando um efeito que deixa o cérebro em estado de alerta, confundindo-o sobre o que é noite e o que é dia. 


Todo cuidado é pouco quando o assunto é a segurança do bebê. Por isso, tenha muita atenção ao montar um quarto para seu recém-nascido e procure fazer boas pesquisas para te ajudar a não esquecer nenhum detalhe. A Nova Época espera ter ajudado com essas dicas, para mais não deixe de visitar nosso blog! 
 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho