Saiba como reformar seu imóvel gastando pouco

Só de ouvir a palavra reforma algumas pessoas já tremem na base prevendo todo estresse e trabalho que esse processo causará, além da preocupação quanto ao custo que ela poderá cobrar. Muitos desistem de fazê-la antes mesmo de começar a planejar o processo, porém, há casos que a reforma é necessária e não é possível evita-la.

É preciso tomar cuidado, pois reformas e obras geralmente costumam ser mais demoradas e mais caras do que se espera, além de gerar muito desperdício. Porém, não precisa entrar em pânico nem desistir porque é possível fazer esse projeto acontecer sem exceder seu orçamento disponível.

Lembre-se: para que você tenha a melhor experiência possível com esse processo, é importante que você se organize e planeje tudo, estabelecendo um limite para os gastos, pesquisando os materiais com melhor custo benefício, ficando atento à mão de obra e estipulando prazos para cada etapa. Mantenha o foco e tenha seus objetivos concretos, isso vai fazer muita diferença.

A Nova Época sabe que esse é um assunto delicado e importante e já até fez um post sobre como manter seu imóvel organizado durante uma reforma. Mas agora nós trouxemos esse post para te mostrar que é sim possível reformar sem transtornos nem estourar ou prejudicar seu orçamento enumerando algumas dicas para você. Não deixe de visitar nosso site e conferir nossas ofertas. E não se esqueça de que nossos profissionais estão sempre à disposição para tirar suas dúvidas e te ajudar no que precisar!

1.Tenha um planejamento

Nossa primeira dica é que você elabore um planejamento antes de qualquer coisa, pois é a partir dele que você poderá controlar o projeto, os prazos e o orçamento. Isso vai ser essencial para evitar exageros ou gastos desnecessários, reformando sem gastar muito. Fazer um planejamento detalhado, apontando todas as necessidades, pode ajudar a reduzir o risco de muitos gastos.

É importante que você divida todo esse processo em etapas, para ter controle sobre tudo que será feito, tanto com relação aos gastos de dinheiro quanto com relação ao gasto de tempo. Assim, caso alguma coisa estiver fora do planejamento, será fácil identificar e resolver. Saber a ordem de cada um das etapas também garante que tudo seja feito na ordem certa e que você tenha um resultado de qualidade.

2. Analise com precisão o que deve ser feito

Ao se planejar, é imprescindível que você analise a situação do imóvel com muito cuidado, fazendo notas e determinando exatamente o que precisa ser feito na reforma. Com essa análise minuciosa, é possível que alternativas mais simples se revelem, como fazer apenas mudanças na disposição dos móveis ou na decoração. Assim, você evita fazer reformas desnecessárias e se poupa para situações que realmente exijam uma reforma.

Essa dica é importante para que você pense bem antes de tomar qualquer decisão e não se afobe. Caso você realmente decida por fazer a reforma, se esta for realmente indispensável, ainda é indispensável que você analise com cuidado tudo o que precisa ser feito para se organizar e montar um orçamento, tomando as melhores decisões.

3. Defina o orçamento que será usado

Essa é uma das dicas mais importantes, pois estabelecer quanto cabe no seu orçamento para investir em uma reforma é fundamental para não gastar mais do que deveria. Muitos pensam que reformas podem representar problemas financeiros e elas realmente podem se você não tiver cuidado e se planejar financeiramente. Não deixe de avaliar sua capacidade de pagamento antes de começar o processo.

Além disso, ter uma reserva financeira é de extrema importância, pois quando a reforma se iniciar você terá a possibilidade de pagar por tudo sem maiores problemas e não precisará fazer dívidas ou recorrer a empréstimos e assumir inúmeras parcelas. O orçamento é o que norteia tudo, por isso, poupar com antecedência é a melhor dica para evitar problemas e dores de cabeça em muitos aspectos da vida.

4. Tome cuidado com o serviço que você contrata

Todo mundo gosta de uma boa promoção. Porém, quem nunca aproveitou uma promoção aparentemente imperdível só para descobrir no final que o produto mais barato era de péssima qualidade? Às vezes é melhor gastar mais do que tentar economizar, pois isso pode sair muito mais caro. No caso das reformas, pense bem antes de aceitar qualquer promoção, pois o resultado pode ser desastroso e sair muito caro.

Adquirir matérias ou serviços de qualidade duvidosa, além de contratar uma empresa sem referências, apenas por conta do seu baixo custo pode representar muito mais despesas no final do processo. Isso vai te fazer gastar muito tempo, paciência e, claro, dinheiro.  Uma dica é que você procure negociar preços, procure promoções e opte por marcas que não sejam tão conceituadas e caras, mas que preservem uma boa qualidade. Assim, você se arrisca menos.

5. Crie um cronograma

Como já dito antes, é importante que você crie um cronograma para controlar o tempo que tudo é feito e evitando atrasos. Você pode fazer isso com a ajuda de um profissional, o que é o mais indicado, e precisa ter data para começar e para terminar todo o processo. Isso deve ser feito tanto em reformas quanto em obras, pois elas não podem durar para sempre. É importante colocar prazos realistas, que sejam possíveis de serem cumpridos.

Com esses prazos, você tem a segurança de que esse projeto vai acabar e tem controle de tudo. Tenha um calendário para marcar o que precisa ser feito em cada etapa e quando elas acontecem. Lembre-se: cada parte, por menor que possa parecer, deve ser incluída nesse processo.

 

 

6. Pesquise antes de contratar a mão de obra

Como falamos acima, é importante que você invista em material e em mão de obra e, mais importante ainda, é que você tenha alguma referência quanto essa mão de obra. A contratação da empresa é um dos pontos mais importantes em relação ao preço final e à qualidade da reforma. Por conta disso, nossa próxima dica é que você tire um tempo para pesquisar atentamente o que é melhor.

Use a internet para pesquisar por feedbacks de pessoas que já contrataram o serviço de determinadas empresas e se o resultado que tiveram foi satisfatório e seguiu o esperado. Além disso, o velho e bom boca a boca é o melhor tipo de recomendação. Pegue referências com amigos e familiares que fizeram modificações similares às que você planeja fazer.

Essas foram algumas dicas essenciais para que você possa passar por uma reforma sem se preocupar em gastar muito ou estourar seu orçamento. Lembre-se delas sempre que pensar em reformar e não se desespere, basta segui-las e tudo sairá bem.