Mercado imobiliário 2024: saiba o que esperar desse setor

O tempo passa muito rápido e nós já estamos nos aproximando do final do ano. Com ele vem as expectativas para o mercado imobiliário de 2024, que ficam mais claras, o que é essencial para quem deseja traçar as estratégias do próximo ano. Para quem pensa em investir, trabalhar ou realizar uma transação imobiliária, é importante saber o que esperar desse setor no ano que está por vir para traçar estratégias mais assertivas.


O mercado imobiliário é fundamental para a economia global, pois as movimentações do setor podem influenciar investimentos, empregos e até mesmo a estabilidade financeira de inúmeras famílias. Porém, o ramo de imóveis não está isento de mudanças, muito pelo contrário, sua dinâmica está constantemente evoluindo como resposta a grande variedade de fatores econômicos, tecnológicos e sociais.


Por conta disso, à medida que o próximo ano se aproxima, é fundamental antecipar as tendências e acontecimentos que provavelmente vão impactar o mercado, podendo garantir, assim, o sucesso nos negócios. Quer saber mais sobre esse assunto e se preparar para o próximo ano? Então continue por aqui, pois a Nova Época Imóveis trouxe as previsões e possíveis tendências para o mercado imobiliário em 2024. Para mais conteúdos sobre esse setor, não deixe de nos acompanhar aqui pelo blog e em nossas redes sociais.


O que esperar do mercado imobiliário em 2024?


Antes de mais nada, vamos esclarecer que o mercado imobiliário já tem um cenário positivo atualmente, cenário que vem desde 2021, ano de recordes para esse setor. Porém, existe a possibilidade de melhora nas esferas que compõem um dos pilares da economia brasileira, o crédito imobiliário é uma delas. 


Mudanças importantes como a sanção do Marco Legal das Garantias devem impulsionar o mercado imobiliário no ano de 2024. Com as novas medidas, espera-se um volume maior do crédito movimentado a partir do home equity, conhecido também como crédito com garantia de imóvel. As expectativas para o próximo ano são promissoras e a tendência é que esse mercado seja ainda mais bem-sucedido.


Quais as tendências para o mercado imobiliário em 2024?


Agora vamos destacar as principais tendências do mercado imobiliário para o próximo ano:


Compra facilitada do primeiro imóvel


Outra tendência que vem no próximo ano é o incentivo para a compra do primeiro imóvel, que fica ainda maior com o acesso facilitado ao crédito imobiliário. Segundo o vice-presidente Geraldo Alckmin, a verba destinada à moradia no ano de 2024 deve crescer 12.650% em comparação com esse ano. O orçamento federal, já aprovado pelo poder executivo, vai de R$ 80 milhões para R$ 10,4 bilhões no próximo ano. 


Além disso, as mudanças no programa Minha Casa, Minha Vida também ajudam a contribuir para melhorar as condições para quem deseja comprar a casa própria. Dentre as mudanças que virão, a queda de juros e o aumento do teto do valor do imóvel para certas faixas são as principais. 


Selic em um dígito é uma possibilidade no mercado imobiliário


Outro fator que deve alavancar os resultados do mercado imobiliário em 2024 é a Taxa Selic, pois é um dos determinantes para a manutenção das taxas de juros praticadas no mercado financeiro, o que significa que tem relação direta com o financiamento imobiliário. Atualmente, ela está em 12,25%, porcentagem considerada relativamente alta.


No entanto, segundo especialistas e economistas, já se conta com projeções menores para o ano que vem, contando com uma Selic entre 9% e 10%. Isso quer dizer que quanto mais baixos os juros, maiores são as movimentações de crédito.


Mais tecnologia no ramo dos imóveis


Podemos esperar por um mercado imobiliário mais familiar com o tema tecnologia no próximo ano. Historicamente, esse setor tem a tradicionalidade como característica, porém, algumas empresas já estão aderindo às inovações tecnológicas nas suas abordagens com o público, no seu atendimento e nos seus projetos. 


Tokenização de imóveis


A tokenização imobiliária já ganha espaço no mundo inteiro e, gradualmente, avança pelo Brasil. A tokenização basicamente permite que o imóvel seja dividido em cotas, que podem ser vendidas e compradas. A expectativa para o próximo ano é que essa técnica ganhe ainda mais espaço e relevância no mercado de imóveis com o lançamento do Drex, a moeda digital do Brasil.


Esse novo dinheiro digital permitirá operações financeiras envolvendo bens físicos por meio de carteiras digitais e blockchain. Por isso, a expectativa é que a moeda digital brasileira acelere o processo de compra e venda de imóveis no país. Essa aceleração é possível graças aos smart contracts ou contratos inteligentes, que garantem a inviolabilidade e a natureza autoexecutável dos acordos, fundamentados em protocolos computacionais. 


Mercado imobiliário de alto padrão em alta


Outra tendência que continuará crescendo no próximo ano é a alta do mercado de alto padrão, que também teve bens resultados este ano. Segundo o Mercado de Luxo Internacional, só no terceiro trimestre deste ano o número de imóveis lançados com valor de venda acima de R$ 1,5 milhão aumentou 34,1% em relação ao ano passado. O valor geral de vendas, ou VGV, desses lançamentos aumentou 17,9% e o total de vendas quase 10%.


Quais os tipos de imóveis que mais serão procurados em 2024?


Agora que já temos uma noção do que esperar para o mercado imobiliário em 2024, falaremos sobre a visão de negócios e entender como isso pode impactar a demanda por imóveis. Entender as características dos imóveis que serão tendência no próximo ano pode ajudar a captar os imóveis conforme as preferências dos consumidores, o que ajudará a aumentar as chances de fazer negócios bem sucedidos. 


A versatilidade, a personalização e a tecnologia são três das principais características para os consumidores no próximo ano, pois é cada vez mais evidente que um imóvel deve oferecer não só segurança, como também bem-estar. Logo, casas inteligentes e espaços abertos, multifuncionais e fáceis de serem adaptados vão seguir em alta no próximo ano.


Para quem trabalha com lançamentos imobiliários, coliving e micro apartamentos surgem como as principais opções para moradia, ao passo que imóveis que oferecem conforto acústico e térmico são soluções sustentáveis que também se consolidam como tendências fortes. 


A Nova Época Imóveis espera que você tenha gostado do nosso post, afinal, é muito importante sempre estar a par do que pode acontecer no mercado imobiliário. Em caso de dúvidas ou para mais informações sobre nossos imóveis, fale com um dos nossos corretores.
 

 

 

Escrito por Mariana Carvalho

Olá! Preencha os campos abaixo para iniciar a conversa no WhatsApp

Ao enviar, aceito a Política de Privacidade