Financiamento direto com a construtora: como funciona e quais as vantagens

A Nova Época já falou sobre o Financiamento Imobiliário aqui, mas você sabia que é possível fazê-lo diretamente com a construtora? Se você está pensando em comprar um imóvel novo só para você e cogitou fazer um financiamento com a construtora, você precisa saber como ele funciona e quais as vantagens dessa modalidade.

Esse tipo de financiamento é a opção ideal para quem pensa em comprar um imóvel na planta, mas, por alguma razão, está com dificuldade de conseguir uma linha de crédito habitacional com instituições financeiras. Fechando contrato de um financiamento direto com a construtora você consegue negociar condições e valores com mais facilidade.

O financiamento direto com as construtoras não é vantagem somente para o comprador, mas também para a própria empresa já que é uma maneira de facilitar a venda do imóvel. Assim como toda operação de crédito, esse tipo de empréstimo também está sujeito às condições de aprovação e regras financeiras específicas que podem variar dependendo da instituição.

Para que você possa decidir qual tipo de modalidade de financiamento é a melhor para você, é importante que você entenda as diferenças entre o financiamento oferecido pela construtora e o oferecido pelos bancos, uma vez que esses produtos são diferentes. Lembre-se: quanto mais opções de financiamentos imobiliários você tiver, mais fácil é para escolher o melhor produto para você.

Se você quer entender melhor esse tipo de financiamento, a Nova Época trouxe esse post para te explicar o que ele é e quais as suas vantagens. Assim, você pode decidir o que é melhor para o seu bolso. E não se esqueça de visitar nosso site e conferir nossas ofertas!

O que é uma construtora?

Antes de mais nada, caso você ainda não saiba o que é uma construtora e o que ela faz, estamos aqui para te explicar. A construtora é a empresa responsável pela execução física de uma obra. Ou seja, trata-se de um empreendimento voltado principalmente para a construção civil e seu papel é entregar edificações que atendam as exigências técnicas impostas pelos órgãos competentes no assunto.

Normalmente as construtoras são contratadas por outras empresas que estão ligadas ao mercado imobiliário, como as incorporadoras, que são empreendimentos que compram terrenos com o objetivo de vender imóveis. Porém, não é incomum que elas vendam os produtos que fabricam independentemente. Mas cuidado, pois não são todas que fazem isso e você precisa ficar atento se está fazendo negócios com uma construtora ou com uma incorporadora.

Como funciona o financiamento direto com a construtora?

Entre os muitos tipos de financiamento, o realizado diretamente com a construtora pode ser a melhor opção para quem pensa em comprar um apartamento ainda na planta. Isso acontece porque como as incorporadoras querem vender as unidades rapidamente e, assim, elas ficam mais abertas às negociações. Porém fique atento, pois esse financiamento varia de uma construtora para outra, não tendo um formato fixo. Em alguns casos só é possível financiar imóveis ainda na planta, por exemplo. Por isso, pesquise e fique atento.

A principal vantagem oferecida pelo financiamento feito direto com a construtora é que é mais fácil conseguir descontos no valor o imóvel, mas, no geral, esse tipo de financiamento tem um processo bem parecido com o feito com instituições financeiras e, antes de aprovar seu crédito, uma análise completa deve ser realizada. Esse processo inclui:

  • a simulação de crédito é feita pela construtora;
  • após a aprovação do crédito, é feita uma avaliação do imóvel;
  • uma lista de documentos pessoais e comprovantes de renda deve ser entregue;
  • caso não haja restrições, uma análise jurídica é feita;
  • após aprovada, o financiamento é liberado.

Quais as vantagens do financiamento direto com a construtora?

1.Negociação sem intermediários

Financiamentos bancários costumam ser operações de crédito complexas que dependem de muita documentação, de prazos longos e de processos burocráticos. Para que o processo seja mais rápido, outras partes além do banco podem ser envolvidas, como o correspondente imobiliário, a consultoria ou assessoria imobiliária e o despachante imobiliário. No entanto, esses intermediários podem sobrecarregar a operação.

2. Pagamento mais flexível

Uma diferença que as construtoras têm dos bancos é que elas são autônomas para definir suas próprias condições de financiamento, sem estarem limitadas às regras do Sistema Financeiro Habitacional. Condições de pagamento podem variar dependendo da construtora e até mesmo dos empreendimentos, mesmo que estes sejam da mesma construtora. Isso vai depender muito do estágio das obras e outras variáveis.

3. Aprovação de crédito mais simples

Com as recentes crises econômicas que refletiram no mercado imobiliário, a concessão de crédito nas instituições financeiras ficou mais criteriosa e difícil. Os pré-requisitos para a liberação do financiamento tradicional agora exige uma documentação maior. Por conta da exigência de documentação da construtora não ser tão rigorosa e os créditos de avaliação mais brandos, a aprovação do financiamento fica mais fácil. Além disso, com esse financiamento, você não precisa se preocupar em ter a documentação do imóvel para a aprovação do crédito, já que ela é a detentora dele. Isso torna a aprovação do financiamento menos burocrática e mais rápida.

4. Prazos e taxas mais claros

O pagamento de um financiamento feito direto com a construtora pode ser feita através do Sistema Price, que leva em consideração as taxas de juro e os índices INCC e IGP-M, ou de acordo com os parâmetros da própria construtora. Em qualquer caso, podemos considerar as taxas e os prazos mais claros para o comprador quando comparado ao financiamento bancário.

5. Fluxo de pagamento

Existem casos em que é possível financiar um imóvel diretamente com a construtora se você der um valor de sinal e assumir as prestações mensais até o pagamento da entrega das chaves, sem que haja parcelas intermediárias. Porém, existem outros casos em que é possível pagar a entrada com um valor mais baixo que o exigido pelos bancos e, assim, arcando com as mensalidades e as parcelas semestrais e anuais.

Quem pode fazer esse tipo de financiamento?

Essa modalidade de financiamento direto com a construtora é mais indicado para quem tem dificuldades de adquirir uma linha de crédito com as instituições financeiras. Isso geralmente acontece com trabalhadores autônomos que nem sempre conseguem comprovar sua renda.

Para quem não sabe, esse financiamento pode ser feito por uma pessoa física, ou seja, por quem procura por um imóvel para morar ou por uma pessoa jurídica, ou seja, quem procura um imóvel para investir e fazer um escritório comercial. Mas não se esqueça que independente do tipo de financiamento que você escolher, a compra de um imóvel deve ser sempre bem planejada e organizada para que não haja prejuízos.

Além disso, fique atento ao pagamento porque no caso do financiamento direto com a construtora, não é possível usar o FGTS para pagar as parcelas do bem. No caso do comprador perder o emprego, seu fundo de garantia não será uma opção para pagar a dívida do bem adquirido.

Agora que você já sabe o que é o financiamento direto com a construtora, além de saber quais as suas vantagens, a Nova Época espera te ajudar na hora de decidir qual tipo de financiamento é o melhor para você e seu orçamento. Não deixe de pesquisar cuidadosamente e com atenção antes de decidir qualquer coisa.