Dicas para quem quer começar a investir em imóveis

Como já dito antes no nosso post sobre Mercado Imobiliário: o que você precisa saber sobre esse mercado e suas tendências, investir nesse segmento de mercado é bastante vantajoso. Porém cuidado, pois para que você possa colher bons frutos, precisa de muito planejamento e muito estudo. Para entrar nesse setor e ser bem sucedido, você precisa acompanhar as novidades, as métricas e as tendências, além de adotar outras práticas.

Tradicionalmente conhecido como um dos mercados mais procurados quando o assunto é investimento, o mercado imobiliário brasileiro passou por uma grande crise nos últimos anos. Porém, no final de 2018 alguns sinais de crescimento foram vistos e em 2019 o cenário se tornou ainda mais positivo.

Existem muitas oportunidades de bons negócios nesse mercado, porém, como já dito antes, é preciso muito estudo e pesquisas antes de decidir fazer qualquer transação. Para te ajudar, a Nova Época trouxe algumas dicas para você que está pensando em entrar com seu dinheiro nesse mercado e se tornar um investidor. Não deixe de visitar nosso site e conferir nossas ofertas. Nossos associados estão sempre à disposição para te ajudar com o que precisar!

Como começar a investir em imóveis?

Antes de dar dicas, achamos importante te ajudar a entender qual a melhor maneira de entrar nesse mercado. Um mito que muitos ainda acreditam é que é preciso dispor de uma grande quantia de dinheiro para investir em imóveis. Você pode começar a investir no mercado imobiliário de variadas maneiras que não demandam uma grande quantia, como formando um grupo de investidores com familiares e amigos.

Outro meio de começar a investir em imóveis é com os investimentos por meio de um consórcio imobiliário. Investir em imóveis na planta ou em terrenos em condomínios são outras alternativas viáveis de aplicar seu dinheiro sem precisar de grandes quantias de dinheiro. O maior cuidado que você deve ter ao começar a investir no mercado imobiliário é não tomar nenhuma decisão sem pensar bem antes.

Antes de investir em qualquer imóvel, seja ele um terreno, um prédio comercial ou uma casa, você deve ter certeza de que se trata de um investimento que pode realmente render lucros que valem à pena. Tenha em mente também que se você começar o investimento com uma quantia pequena, o retorno que você obterá será pequeno. Mas lembre-se que acumular patrimônio é um processo gradual e que precisa iniciar em algum lugar.

Com essa parte do processo explicada, agora vamos às dicas de como entrar como investidor nesse mercado.

1. Conheça os tipos de imóveis para investir  

Antes de decidir no que investir, é de suma importância que você analise qual tipo de negócio será o mais rentável no seu caso. Pense nas suas expectativas, pesquise e estabeleça metas. É fundamental que você tenha seu objetivo bem claro e que você decida qual tipo de retorno quer ter: a curto, médio ou longo prazo. Não deixe de estudar os tipos de imóveis que existem no mercado e veja qual deles trará mais vantagens para você.

Imóveis na planta

Essa opção de investimento pode ser a melhor escolha por possuir um valor baixo em comparação a imóveis já prontos. Esse tipo de imóvel é também o mais procurado entre quem quer adquirir a casa própria. Porém, um investimento desses deve ser feito com cuidado e deve ser muito bem viabilizado pelos interessados, já que se trata de um bem que ainda está sendo construído.

Imóveis prontos

Esse investimento é a escolha certa para quem pretende vender a propriedade no futuro, depois que ela for valorizada, para quem planeja reformá-la para depois vende-la ou para quem pensa em alugá-la para outras pessoas. Um investidor preparado é capaz de identificar boas oportunidades, melhorar esses imóveis e depois vendê-los com um grande retorno em um curto prazo.

Terrenos

Além de poder investir em imóveis, também é possível que você invista em terrenos, principalmente se eles forem localizados em áreas que tem potencial para se desenvolver a médio prazo. Se seu objetivo é revender o terreno, seu investimento será ainda mais baixo e oferecerá menos riscos. Caso você queira construir um imóvel no terreno, uma das vantagens serão as inúmeras possibilidades que você terá para customizar esse espaço.

2. Estude sobre esse mercado

Uma das dicas mais importantes é que você estude o mercado imobiliário. Todo investimento tem seus riscos e nesse mercado não é diferente. Por isso, é imprescindível que você dedique um tempo para estudar esse mercado e os diversos indicadores que o medem, além dos dados disponíveis, as oscilações da economia, os índices e suas tendências. Esse é um setor que está em constante inovação e por isso não é possível entende-lo sem acompanhar suas novidades.

Com todas as variáveis estudadas e com muita pesquisa, você pode se preparar para entender o que acontece e, assim, você terá informações suficientes para avaliar quais são as melhores oportunidades para você, assim como para saber quais áreas estão se valorizando e para conhecer as tendências que te trarão mais benefícios.

3. Não limite seus investimentos

Como já dito mais de uma vez aqui, antes de investir nesse mercado você precisa estudá-lo bem e fazer o máximo de pesquisas que puder. Isso porque quanto mais você conhece sobre esse mercado, mais pode expandir seus investimentos. A maior vantagem de ter conhecimento nessa área é que você não vai precisar se limitar a sua região ou a sua cidade para realizar seus investimentos.

Lembre-se: não é sempre que as melhores opções estarão perto de você e, mesmo sendo em outro Estado ou em uma parte da sua cidade que você não gosta, é preciso lembrar que não é você que vai morar no imóvel, você só pretende lucrar com ele. Por isso, não deixe que o fato de você não gostar da localização do imóvel te impedir de investir nele, principalmente se a propriedade tiver grandes expectativas.

4. Entenda seus lucros

Quando você decide fazer um investimento, é importante que você saiba quanto vai ganhar com ele. Para isso, é importante calcular a taxa de retorno, que leva em consideração o ganho ou a perda financeira em um período específico de tempo. Esse cálculo é feito a partir da soma de todo o valor gasto, incluindo todos os impostos e taxas, e da divisão desse valor pelo lucro líquido que você terá com a venda ou o aluguel do imóvel.

Investir no mercado imobiliário pode ser muito vantajoso, mas para isso é preciso muito estudo e muitas pesquisas. A Nova Época espera ter te ajudado, com essas dicas essenciais, a saber o que fazer na hora de investir nesse segmento.