Declaração de visita ao imóvel: saiba o quanto esse documento é importante

É de conhecimento geral que o setor imobiliário é um dos que mais sofrem alterações no mercado e isso exige que seus profissionais se mantenham sempre atentos e atualizados sobre o funcionamento das negociações nessa área. É essencial que os corretores de imóveis entendam os processos e desenvolvam estratégias possam otimizar as atividades relacionadas a esse setor.

Um dos pontos mais pesquisados e mais importantes para os corretores é a comissão de corretagem finalizada. O percentual ganho costuma ser de 6%, o que pode variar de acordo com o tipo de imóvel. Porém, o profissional deve se atentar sempre a esse ponto, pois se não tomar cuidado com toda a documentação do processo de venda, pode acabar perdendo sua comissão para outra pessoa.

Em tempos em que não existe mais exclusividade e o mesmo imóvel é divulgado por mais de uma imobiliária, esse tipo de situação infelizmente não é rara. Mas ela pode ser evitada de forma muito simples com apenas um documento: a declaração de visita do imóvel. Diante desse cenário cada dia mais comum, você precisa saber da importância desse documento para não esquecê-lo quando for fechar um negócio.

Para te ajudar a entender melhor do que se trata a declaração de visita ao imóvel, a Nova Época fez esse post para explicar o que esse documento leva e qual a sua importância na hora da compra de um imóvel. Não se esqueça de visitar nosso site e conferir nossas ofertas! Nossos profissionais te ajudarão com o que você precisar!

O que é a declaração de visita ao imóvel?

A declaração ou ficha de visita ao imóvel é um documento com validade jurídica que prova que o comprador conheceu o imóvel antes da compra por meio do corretor. Ele deve ser assinado no ato da visita tanto pelo corretor quanto pelo cliente que está visitando o imóvel. Assim, é possível garantir a merecida comissão do corretor, mesmo em casos onde a negociação é concluída diretamente com o proprietário do imóvel ou com outra imobiliária.

Portanto, é por meio dessa ficha que fica registrado com qual corretor determinado cliente visitou o imóvel pela primeira vez. Além disso, evita que o corretor perca sua comissão depois de toda consultoria prestada até o momento, de todas as dúvidas tiradas, de todas as explicações sobre a documentação do imóvel, dentre vários outros trabalhos que demandam dedicação e tempo.

Quais as vantagens de ter uma declaração de visita ao imóvel?

Como já dito acima, a declaração ou ficha de visita ao imóvel é um documento que favorece o corretor de imóveis ao protegê-lo de possíveis situações que possam tentar desconsiderar as visitações mediadas por ele. Além disso, esse documento é uma ótima maneira da imobiliária manter um controle mais preciso das visitas que estão sendo realizadas em todos os imóveis que oferece, dos clientes com maior potencial de finalizar a compra, entre outros.

Tendo essas informações em mãos, é possível usá-las para atender melhor seus clientes, com estratégias mais assertivas e que levem exatamente as informações que eles precisam para ter mais segurança para fechar o negócio. Outa vantagem dessa ficha é que ela também ajuda a reforçar a seriedade do trabalho do profissional e da imobiliária.

Como convencer o cliente a preencher essa declaração?

Quando o corretor mantém um diálogo aberto, dificilmente um cliente que entende dos processos de aquisição de um imóvel irá se opor a assinar um papel que tem como única intenção comprovar que o cliente conheceu determinado imóvel com a mediação de certo corretor. Por isso, caso o cliente se recuse a assinar o papel, é importante saber o porquê e garanti-lo que se trata apenas de um procedimento padrão da imobiliária e do corretor.

Uma boa dica para dar mais segurança ao cliente que está incerto de assinar esse documento é providenciar uma via da declaração para que o mesmo possa levar consigo, assim, ele sente mais confiança nas palavras do corretor. Com a competitividade do mercado imobiliário aumentando cada dia mais, a venda de um imóvel pode ser divulgada por inúmeras imobiliárias e corretores. Dessa forma, essa declaração se faz cada vez mais importante e necessária para garantir os direitos do corretor.

É importante que o corretor elabore estratégias de atendimento ao cliente que sejam capazes de dar conta de estabelecer uma relação de confiança com o cliente ao longo do processo, fazendo com que os possíveis compradores não tenham medo de assinar um documento que para eles é simples, mas para o corretor é muito importante.

Dicas sobre a declaração de visita ao imóvel

Depois de deixar claro a importância da declaração de visita ao imóvel e de enumerar as suas vantagens, ainda podem acontecer algumas falhas, mesmo que simples, que podem impedir a utilização devida desse documento. Para evitar que essa declaração não seja usada da melhor forma possível e sempre que necessário, trouxemos algumas dicas:

1.Tenha cópias sempre em mãos

É essencial que o corretor seja organizado e tenha mais de uma cópia dessa declaração em mãos. Essa dica pode parecer óbvia, mas muitas vezes pode acontecer das visitas serem marcadas na última hora e o corretor acaba não tendo muito tempo ou não se lembrando de providenciar cópias desse documento. Para evitar isso, é interessante criar uma rotina para se certificar de que suas avaliações estarão sempre disponíveis quando necessário.

Imprimir a ficha diretamente do sistema da empresa e lembrar que é preciso a assinatura do cliente no documento possibilita que o documento já venha com os dados preenchidos, otimizando o processo e até passando maior segurança para o possível comprador.

2. Seja sempre transparente com o cliente

É comum que alguns profissionais fiquem receosos ao pedir para um cliente assinar a declaração de visita ao imóvel. Isso acontece porque alguns corretores sentem como se o momento de assinar esse documento fosse uma forma de pressionar o interessado a comprar o imóvel que está sendo negociado. Por conta disso, é importante sempre tentar manter uma conversa transparente com o cliente.

Um cliente que está sempre bem informado sore o motivo pelo qual é necessária a assinatura da declaração ou ficha de visita ao imóvel certamente entenderá que este não passa de um procedimento padrão que inclusive atesta a seriedade e a qualidade dos serviços prestados pelo corretor e pela imobiliária onde ele trabalha.

3. Não pressione seu cliente

Ao manter um diálogo com um possível comprador, é importante que o corretor lembre que essa conversa deve ser o mais tranquila possível. As pessoas reagem de formas diferentes às mais diversas situações e nenhuma delas é responsável pelo que outras pessoas fizeram anteriormente.

É muito comum que corretores que já passaram por situações complicadas com relação ao atendimento abordem visitantes de maneira mais incisiva ou acabem por desistir da declaração, porém, nenhuma dessas atitudes é ideal. O corretor precisa explicar ao seu cliente, sem pressioná-lo de qualquer maneira, que essa declaração de intermediação do corretor é somente um registro de que aquela visita aconteceu e que não compromete em nada o cliente nem o imóvel visitado.

A Nova Época espera ter esclarecido o que é a declaração de visita ao imóvel e qual a sua importância para o profissional do mercado imobiliário. Não esqueça que a documentação é a parte mais importante no processo de compra de um imóvel, por isso, fique atento se todos os documentos necessários estão assinados!