As mulheres que decidem: o poder de compra está nas mãos delas

 

Você já reparou que os hábitos de consumo e as decisões de compra mudaram de alguns anos para cá? Pesquisas comprovam que o poder de decisão de compra agora está nas mãos das mulheres e isso não é diferente na hora da compra de um imóvel. Isso se dá ao fato de as mulheres estarem sempre mais atentas aos detalhes e de saberem qual o melhor imóvel para abrigar sua família, por desempenharem diversos papéis no dia a dia.

Há uma infinidade de fatores que levam as pessoas a escolherem determinado imóvel, porém, como já dito antes, as mulheres costumam ser mais detalhistas e são esses detalhes que mais chamam atenção na decisão de compra. Metragem, qualidade do piso, segurança e estética do lugar são alguns exemplos de detalhes que as mulheres mais costumam analisar antes de tomar qualquer decisão.

Seja na hora da pesquisa de um imóvel, ao conversar com o corretor, visitar o lugar e fechar o negócio, as mulheres mostram quão poderosas elas são ao se dedicarem 100% nesse processo e, muito provavelmente, serão elas que irão decidir se a compra será fechada ou não e qual lugar é o ideal.

As mulheres são convictas e sabem o que querem e o que o lugar precisa apresentar, por isso, caso o imóvel falhe em algum ponto importante, a mulher não vai pensar muito antes de recusar a oferta e buscar por outro lugar que será o ideal. Por conta desse poder de decisão, muitos imóveis foram adaptados para agradar cada vez mais o público feminino.

Para te ajudar a entender melhor a relação das mulheres com o mercado imobiliário e como elas analisam um imóvel antes de decidir compra-lo, a Nova Época trouxe alguns pontos que demonstram como as mulheres têm poder não só na decisão de compra, mas também na hora de procurar o lugar ideal para suas necessidades e para sua família. E não se esqueça de visitar nosso site e conferir nossas ofertas!

1. Atenção aos detalhes

Como já dito antes, a atenção aos detalhes é uma das características principais associadas às mulheres. As mulheres têm um olhar mais abrangente que focam em pontos que irão impactar na rotina, como a conservação e a qualidade do piso, o valor e as facilidades de pagamento e até mesmo os pontos relacionados à mobilidade e tudo o que tem na vizinhança. Esses são os principais fatores para uma mulher na hora da decisão de compra de um imóvel.

Ser detalhista não é uma característica exclusiva das mulheres, porém deve-se considerar a maior capacidade feminina de observar e se preocupar com algumas questões que para muitos poderiam passar despercebidas, mas que em médio e longo prazo podem fazer toda diferença. Por conta da competição por algum diferencial entre os empreendimentos estar cada vez maior, essa atenção aos detalhes se se torna ainda mais importante.

2. Mais planejamento

Como já dito antes, as mulheres costumam se dedicar mais e mostrar mais interesse no planejamento de todo processo. Por isso, as mulheres estão se interessando cada vez mais pelo consórcio. Segundo pesquisas, 44% daqueles que solicitam consórcio em todo o país são mulheres.

As mulheres têm um perfil de amadurecimento maior por comandarem empresas e lares e estão se tornando cada vez mais economicamente ativas e tendo ganhos cada vez mais expressivos. São esses fatos que refletem no crescimento de participação desse público em consórcios.

3. Busca por diferenciais

Como dito acima, as mulheres costumam ter mais atenção aos detalhes e justamente por conta disso elas costumam sempre procurar pontos que sejam diferenciais e que tornem o imóvel ainda melhor do que suas expectativas. Para o público feminino não basta somente ter o básico, devem haver outros pontos que façam do lugar a escolha de ponto ideal. Esses diferenciais podem ser um conjunto de fatores e as opções que melhor atenderem às diversas exigências da compradora terão maior probabilidade de serem escolhidos.

Atualmente, cada vez mais companhias oferecem mais do que apenas um imóvel. Por exemplo, os condomínios estão investindo cada vez mais em diferenciais que podem conquistar as mulheres, como áreas para cuidados da beleza, espaços verdes, piscinas e outras opções de lazer. Essas pequenas coisas podem ser pontos decisivos na hora da escolha do imóvel.

4. Iniciativa para pesquisar e visitar

Nós já comentamos aqui mais de uma vez que as mulheres costumam demonstrar maior interesse nesse processo, seja na procura ou na visitação dos imóveis. É comum que o processo de compra seja menos incômodo para as mulheres, pois, mesmo apesar de todos os transtornos, elas o encaram de forma mais leve. Assim, é mais difícil que elas se cansem de buscar um lugar que atenda aos requisitos necessários.

Além disso, as mulheres são conhecidas por fazerem pesquisas muito mais abrangentes e detalhadas e por fazerem a primeira visita ao imóvel. Como já sabemos, a primeira impressão é a mais importante já que, caso a compradora goste do lugar, poderá visitar novamente, acompanhada para ter uma segunda opção, e então decidir qual comprar.

5. Fatores subjetivos

Fatores subjetivos também são muito importantes na hora da decisão da compra, principalmente para as mulheres. Ou seja, além da necessidade, outras questões como os benefícios imateriais e o significado que o imóvel irá trazer também são fatores fundamentais na hora da escolha.  

A questão não é comprar por comprar, pois somente isso não é suficiente. A compra deve valer à pena e ela deverá não só atender às necessidades como também trazer diferenciais, pois sem isso a compra não fará sentido. Os fatores subjetivos farão toda diferença ao longo do tempo e, caso a compradora não se preocupe com eles, poderá ter algumas frustrações no futuro. Pensar nessas questões é essencial não só para as mulheres, mas para todos os compradores.

Com esses pontos, a Nova Época espera ter te ajudado a entender como as mulheres estão tendo cada vez mais importância e lugar no mercado imobiliário.